365 – Sede de Sangue (2009)

 

2009 / Coreia do Sul / 133 min / Direção: Park Chan-wook / Roteiro: Park Chan-wook, Jeong Seo-Gyeong (baseado no livro de Émile Zola) / Produção: Ahn Soo-hyun e Park Chan-wook, Kim Hak-beom, Seh Bob, Nam Ki-moon (Co-produtores associados), Choi Joon H. (Produtor Associado), Katharine Kim (Co-produtora executiva), Miky Lee (Produtor executivo) / Elenco: Song Kang-ho, Kim Ok-bin, Kim Hae-suk, Shin Há-kyun

Faz bastante tempo que não escrevo sobre um filme sul-coreano aqui no Terror Mania. Não é de hoje que os filmes da Coréia do Sul são as melhores produções que temos hoje em dia. Além do alto-grau de empenho com seus roteiros, direções, atores e efeitos. Os filmes de lá não economizam em contar uma boa história e a deixar a mais verossímil possível. É um exemplo com os filmes de terror ou suspense de lá. Como “Eu Vi o Diabo“, “A Trilogia da Vingança” ou um dos melhores filmes que saiu em 2016 que é “Train to Busan“, onde vemos um puta de um drama com elementos de horror.

Continuar lendo

Anúncios

362- Deixa Ela Entrar (2008)

2008 / Suécia / 115 min / Direção: Tomas Alfredson / Roteiro: John Ajvide Lindqvist / Produção: Carl Molinder, John Nording, Gunnar Carlson, Ricard Constantinou, Lena Rehnberg, Per-Erik Svensson (Co-Produtores) / Elenco: Kåre Hedebrant, Lina Leandersson, Per Ragnar, Henrik Dahl

Eu lembro que na época quando o “torrent” começou a ficar famoso e aqueles fóruns do Orkut estava com tudo. Porque o queríamos encontrar de novidades ou descobrir coisas novas, esses fóruns é o que mandava nessa cena cultural das redes sociais. Foi nisso que descobri outros filmes de terror, músicas e pessoas com o mesmo gosto.

Continuar lendo

360 – Um Drink no Inferno (1996)

1996 / EUA / 108 min / Direção: Robert Rodriguez / Roteiro: Quentin Tarantino, Robert Kurtzman (história) / Produção: Gianni Nunnari, Meir Teper; Elizabeth Avellan, John Esposito, Paul Hellerman, Robert Kurtzman (Coprodutores); Lawrence Bender, Robert Rodriguez, Quentin Tarantino (Produtores Executivos) / Elenco: Harvey Keitel, George Clooney, Juliette Lewis, Quentin Tarantino, Danny Trejo, Salma Hayek

Teve uma época na minha vida em que assistir filmes era a coisa mais importante para mim. Nisso eu comecei acompanhar muito do cinema “underground” e um dos diretores que mais acompanhe foi “Quentin Tarantino“. Isso estamos falando de 2008. Então eu assistia todos os filmes dele e suas referencias como o cinema asiático, blaxploitation e por ai vai. Um dos filmes que amei quando assisti foi “Um Drink no Inferno“. Apesar de já ter assistido alguns filmes de Robert Rodriguez como “Pequenos Espiões“, “A Balada do Pistoleiro” e “Era uma vez no México“. Esse com certeza foi o que mais gostei.

Continuar lendo

306 – Drácula (1931)

1931 / EUA / P&B / 75 min / Direção: Tod Browning / Roteiro: Hamilton Deane, John L. Balderston (baseado na obra de Bram Stoker) / Produção: Carl Laemmle Jr., Tod Browning, E.M. Asher (Produtor Associado) / Elenco: Béla Lugosi, Helen Chandler, David Manners, Dwight Frye

Acho que “Drácula” é o principal precursor dos filmes de terror e também o que vai dar o “boom” para a Universal produzir seus monstros clássicos. Mas qual a importância desse filme para o gênero de terror? Primeiro porque é uma produção que vai inaugurar essa nova safra de filmes que iam vir onde você tem uma estrutura bem mais realizada para esse tipo de produção, segundo se você analisar os filmes antes de “Drácula” a fotografia, roteiro ou até atuação não era tão pautada como esse e o mais importante é finalmente a adaptação oficial do livro de Bram Stoker. Lembrando que “Nosferatu” de 1922 foi uma espécie de “Cópia mas não faz igual” dessa produção.

Continuar lendo

279 – Fome de Viver (1983)

1983 / Reino Unido / 97 min / Direção: Tony Scott / Roteiro: Ivan Davis, Michael Thomas (baseado no livro de Whitley Strieber) / Produção: Richard Shepherd / Elenco: Catherine Deneuve, David Bowie, Susan Sarandon, Cliff De Young, Beth Ehlers, Dan Hedaya

Fome de Viver” é aquele típico filme cult que você mais viu pessoas comentando sobre ele do que realmente alguém assistiu ele. Primeiro porque é um filme com David Bowie e depois porque ele tem duas grandes atrizes como Catherine Deneuve e Susan Sarandon. Ele também mostra os vampiros de uma forma diferente e traz também um olhar mais gótico e depressivo sobre esses monstros, principalmente pelo papel de Bowie no filme.

Continuar lendo

276 – Livide (2011)

2011 / FRA / 93 min / Direção: Alexandre Bustillo, Julien Maury/ Roteiro: Alexandre Bustillo, Julien Maury/ Produção: Vérane Frédiani, Franck Ribière / Elenco: Chloé Coulloud, Félix Moati, Jérémy Kapone, Catherine Jacob, Béatrice Dalle, Chloé Marcq, Marie-Claude Pietragalla, Loïc Berthezene, Joël Cudennec, Sabine Londault, Serge Cabon

 Acho que uma das grandes maravilhas da tecnologia é descobrir as coisas, um filme que você nunca ia conseguir assistir porque nunca chegou no Brasil ou alguma produção que saiu nos anos 40 e se perdeu no VHS e por ai vai. Mas graças a tecnologia temos acesso a várias coisas que séria impossível a 15 anos atrás se for parar para pensar. Uma coisa que agradeço e muito pela internet são os “podcast’s” e eu ouço bastante essa mídia e um dos meus favoritos é claro é o terror.

Continuar lendo

270 – A Dança dos Vampiros (1967)

1967 / EUA, Reino Unido / 108 min / Direção: Roman Polanski / Roteiro: Gérard Brach, Roman Polanski / Produção: Gene Gutowski, Martin Ransohoff (Produtor Executivo) / Elenco: Roman Polanski, Jack McGowran, Alfie Bass, Sharon Tate, Ferdy Mayne

A Dança dos Vampiros” acho que foi o filme que mais demorei para ver do Roman Polanski. Mas claro que foi uma burrada, já que esse filme é um dos mais divertidos da história do cinema e também da filmografia do diretor. Foi nesse filme que ele conheceu a Sharon Tate que mais tarde viraria sua esposa e também seria assassinada pelo culto do Charles Manson, sendo que ela tinha 26 anos na época e estava grávida do diretor.

Continuar lendo