Bonecos da Morte (1989)

1989 / EUA / 90 min / Direção: David Schmoeller / Roteiro: David Schmoeller; Charles Band, Kenneth J. Hall (história) / Produção: Hope Perello; Charles Band (Produtor Executivo) / Elenco: Paul Le Mat, William Hickey, Irene Miracle, Jimmie F. Skaggs, Robin Frates, Matt Roe, Kathryn O’Reilly

Lembro de “Bonecos da Morte” no SBT, no saudoso “Cinema em Casa” nascer nos anos 90 tinha suas vantagens, pelo menos ao assistir televisão. Devo dizer que esse blog deve muito a essas obras, porque deixado em casa como qualquer criança onde os pais tinham que trabalhar, você começa a absolver qualquer coisa que a televisão passava.

Mas a verdade seja justa, só fui assistir a primeira parte muito tempo depois, ainda no VHS, mas muito mais tarde. Assistia as versões que eles passavam, ou seja, o SBT passava a franquia “Puppet Master” totalmente picada. Mas mesmo assim era uma diversão garantida, como todos os filmes que a Globo ou SBT passavam ou até mesmo o “Cine Trash” na Band que era uma bíblia para filmes ruins.

O filme foi desenvolvido pela galera da “Full Moon Pictures”, ou seja, tem aquele selo de garantia como seus outros filmes como “Visão do Terror”, “Dollman – 33 cm de altura e atira!”, “Subespécies” e claro o “crossover” mais maneiro de todos que é “Puppet Master vs Demonic Toys”.  Tudo isso devemos a uma pessoa que é o Charles Band dono da mente criativa por trás dessa fabrica de sonhos.

A direção ficou por conta de David Schmoeller que realiza um bom filme principalmente ao desenvolver um mistério em torno dos bonecos e também do motivo de um grupo de pessoas serem chamada para dentro de uma mansão para lá de macabra. O resultado foi tão bom que a “Full Moon” o chamou para dirigir a parte 2 do filme que saiu quase no mesmo ano do primeiro.  O segredo do sucesso dessa produtora de Charles Band é igual a “Blumhouse”, ou melhor, quase igual. Mas eles apostam em filmes baratos que vão dar lucro certo e assim vira uma formula certeira. A diferença é que quase todos os filmes da “Full Moon” foram diretos para videocassete.

Uns grupos de paranormais vão a um hotel e eles acreditam que nesse hotel está o segredo egípcio de dar vida a objetos inanimados, mas os bonecos querem proteger esse segredo e seu mestre. Dentre os bonecos, se destacam Tunneler (com broca na cabeça), Pinhead (cabeça-de-alfinete com mãos gigantescas), Blade (espadachim), Six Shooter (cowboy de seis braços), Torch (com máscara de ferro e lança-chamas), Jester (bobo, coringa) e Leech Woman (mulher que solta sanguessugas pela boca).

Mas infelizmente esse filme entra naquele caso da regra dos 15 anos, ou seja, se você assistiu a esse filme com menos de 15 anos, não assista novamente porque com certeza vai ser uma bosta.  E toda a sua memória afetiva sobre esse filme vai cair por terra, ou seja, vai ser uma bosta. Incrivelmente a franquia “Bonecos da Morte”, ou melhor, “Puppet Master” tem 10 sequências, nem preciso que são todas descartáveis e uma pior que a outra. Mas guarde esse filme no coração e nunca mais assista novamente.

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s