Terror nas Trevas (1981)

 

1981 / Itália / 87 min / Direção: Lucio Fulci / Roteiro: Dardano Sacchetti, Giorgio Mariuzzo, Lucio Fulci / Produção: Fabrizio de Angelis / Elenco: Katherine MacColl, David Warbeck, Sarah Keller, Antoine Sanit-John

Acho que depois de Mario Bava e Dario Argento, Lucio Fulci é um dos melhores diretores italianos de terror de todos os tempos. Ele dirigiu obras primas como “The New York Ripper“, ” O Estranho Segredo do Bosque dos Sonhos” que é um “giallo”, “Uma Lagartixa num Corpo de Mulher”  e o clássico “Zombie“. E claro a trilogia da “Porta do Inferno” como “Pavor na Cidade dos Zumbis“, “A Casa do Cemitério” e esse que vamos falar hoje que é “Terror nas Trevas“.

Fulci apresenta algumas coisas bem regulares em todos os seus filmes, tirando claro o gore, a violência explicita e claro as clássicas cenas dos olhos! Em quase todos os seus filmes vemos alguma cena relacionado a olhos sendo arrancadas e etc. Mas ele é simplesmente um gênio, não temo como não amar suas obras, suas histórias e claro seus efeitos especiais.

Mas “Terror nas Trevas” é um dos filmes mais massacrados por distribuidoras  que lançaram em outros países como a Inglaterra ou os Estados Unidos. Chegando a fazer cortes bem grosseiros que tirou toda a qualidade da obra. Só anos depois e graças a Quentin Tarantino que esse filmes chegou na America numa versão “full” , ou seja, sem cortes e sem edições e tal.

Apesar dessa polemica toda envolta do filme, ele foi mais criado para chocar do que contar uma história em si. Vemos muita picaretagem em quase o tempo todo e também um esforço de Fulci para deixar o filme mais “trash“. Mas mesmo assim, não conseguimos ficar bravo com essa picaretagem de Lucio Fulci e sim dar risadas ou ficar aterrorizados com certas situações que são várias na verdade. A atriz Catriona MacColl que trabalhou com o diretor em toda a trilogia faz um excelente trabalho e convence muito bem como uma mulher em perigo, que se meteu naquela confusão que é muito maior que ela. Uma curiosidade é que Tisa Farrow que já tinha trabalhado com Fulci em “Zombie” era para fazer o papel principal. Só que infelizmente ela já tinha se aposentado.

A história começa quando Liza (MacColl) herda como herança um antigo hotel na Luisiana chamado “Schweik’s Seven Doors Hotel“. Porém, a um detalhe importante, ele foi construído em cima de uma das portas que levam ao inferno. Sem saber disso, ela decide reformar o local, mas é atrapalhada por uma série de eventos sobrenaturais que a levam a confrontar zumbis, aranhas, cachorros assassinos e também um bruxo.

Por mais bizarro que a história seja assim de supetão, ele consegue ser bem montado e dirigido com várias sequencias de dar medo e sustos garantidos e claro aquele gore exagerado que só os filmes de Lucio Fulci podem proporcionar.  Acho que assistir a essa produção, ou melhor, assistir a trilogia da porta do inferno toda é um deleite para qualquer fã do gênero e também uma maravilha para ver como os filmes com efeitos práticos as vezes é pior que o CGI.

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s