Fome de Viver (1983)

1983 / Reino Unido / 97 min / Direção: Tony Scott / Roteiro: Ivan Davis, Michael Thomas (baseado no livro de Whitley Strieber) / Produção: Richard Shepherd / Elenco: Catherine Deneuve, David Bowie, Susan Sarandon, Cliff De Young, Beth Ehlers, Dan Hedaya

Fome de Viver” é aquele típico filme cult que você mais viu pessoas comentando sobre ele do que realmente alguém assistiu ele. Primeiro porque é um filme com David Bowie e depois porque ele tem duas grandes atrizes como Catherine Deneuve e Susan Sarandon. Ele também mostra os vampiros de uma forma diferente e traz também um olhar mais gótico e depressivo sobre esses monstros, principalmente pelo papel de Bowie no filme.

Esse horror gótico dos anos 80 era uma coisa totalmente diferente do que estávamos acostumados, principalmente ao lidar o mito do vampiro de uma forma mais diferente do que o habitual, primeiro porque vemos uma mulher como o “mestre” principal, não é a primeira vez que vemos isso no cinema, mas mesmo assim é legal ver essa mudança de papel. E depois temos um filme com um teor erótico totalmente diferente.

A direção fica por conta de Tony Scott que fez um excelente trabalho com atores, anglos de câmera e etc. Vale lembrar que esse é o primeiro filme grande do Tony Scott e já mostrou para que veio. Outro destaque é a fotografia Stephen Goldblatt que deixa tudo num tom que lembra bastante o expressionismo alemão.

Gosto muito de “Fome de Viver“, acho um dos principais filmes dos anos 80 que mostra uma pegada nova e também mais sensual do que é ser vampiro. Principalmente pelas cenas picantes entre Deneuve e Sarandon que por muito tempo foi bem conturbado. Mas para mim a melhor coisa do filme é o David Bowie apesar de ser vampiro e ter a imortalidade, ele fica refém do tempo. Numa cena onde ele está no hospital esperando para ser atendido vamos vendo a ação do tempo e Bowie vai envelhecendo décadas em apenas algumas horas.

A trama se passa em Nova York. E lá conhecemos Miriam Blaylock (Deneuve) é uma vampira que consegue se manter “viva” através dos séculos com o sangue dos seus amantes. Em retribuição, os jovens e as moças que se envolvem com ela não envelhecem, até Miriam ter tirado bastante sangue deles. Infelizmente seu atual parceiro, John (Bowie), está tendo um envelhecimento extremamente rápido e a expectativa de vida é de apenas 24 horas. Desesperado, ele procura a ajuda da médica Sarah Roberts (Sarandon), que é especialista em envelhecimento prematuro. Lá ela fica espantada com o caso de John e começa a investigar sua vida até se deparar com Mirian. E assim começa tanto uma história de amor, como também uma tragédia.

Fome de Viver” quase ganhou um “remake”, mas ainda bem que não aconteceu. Infelizmente em 1983 ele ficou fora de Cannes. A crítica do filme também ficou mista em relação a obra, acho que era quase uma novidade ver o terror e obra de arte se misturando e saindo uma coisa tão bela quanto esse filme. A produção ganhou alguns prêmios em 1984 no “Saturn Awards“, mas para mim esse filme vai além de apenas uma premiação, mostra todo o potencial de um filme bem feito e também da muita saudades do David Bowie.

Nota: 5 Caveiras

Baixe o filme com legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s