A Profecia III – O Conflito Final (1981)

1981 / EUA, Reino Unido / 108 min / Direção: Graham Baker / Roteiro: Andrew Brikin / Produção: Harvey Bernhard, Andrew Birkin (Produtor Associado), Richard Donner (Produtor Executivo) / Elenco: Sam Neill, Rossano Brazzi, Don Gordon, Lisa Harrow, Barnaby Holm, Mason Adams

A Profecia” foi uma das minhas trilogias favoritas por vários anos, lembro a primeira vez que aluguei a primeira parte e ainda estava no colegial e quando assisti a segunda parte, foi quase um sacrifício para poder assistir já que por vários problemas o filme não pegava no DVD. Mas quando assisti a parte 3 nossa fiquei com uma decepção, achei o filme ao mesmo tempo legalzinho e também achando uma bosta por conta daquele clima meio “forçação de barra” que ele deixava.

O filme é uma espécie de “Boyhood” não anunciada, ou seja, temos uma evolução do personagem mas não do ator já que ele muda durante os filmes. Nessa terceira parte ele é interpretada por Sam Neill que é mais conhecido por ter feito “Jurassic Park“, “O Enigma do Horizonte“, “Á Beira da Loucura” do John Carpenter e uma outra produção que saiu ano passado da Nova Zelândia que é “Hunt for the Wilderpeople” do diretor Taika Waititi que vai dirigir o “Thor: Ragnarok“.

Acho que a escolha de Neill para o elenco veio a calhar porque ele invoca bem um anticristo mais perverso com uma cara de psicopata mesmo. O legal pelo menos do segundo filme é que vemos o Damien ainda com uma dúvida de assumir seu legado e tal. E aqui na terceira parte, ele finalmente se revela como o mal encarnado.

A direção do Graham Baker é bem feita, gosto como ele divide alguns quadros entre o claro e o escuro que é uma analogia ao próprio personagem e também na cena onde Damien “conversa” com uma estatua de Jesus é legal ver a clara divisão de luzes e tal. E o gozado que esse diretor só dirigiu filmes bem meia boca e foi escalado para terminar essa trilogia até que consagrada nos cinemas.

A história do terceiro filme já vai para os pontos finais, ou seja, é tudo que os dois primeiros filmes já estavam construindo. Assim Damien Thorn (Neill) Ocupa um lugar de destaque na multinacional da sua família. Então ele começa a planejar também a ser presidente dos Estados Unidos e matar Cristo, que está para renascer. Para isto ele planeja matar todas as crianças nascidas em uma determinada data, mas alguns monges planejam impedi-lo.

Gosto muito desse clima de conspiração que o filme começa a ter em seus momentos finais, mas a retomada do filme e também a cara do Sam Neill para provar que ele é o anticristo e tal. Faz o filme ficar uma pouco “galhofa” e também enjoativo em certas partes. Mas mesmo assim é um bom filme para acabar um trilogia que na verdade virou uma “quadrilogia“, principalmente quando vemos que Damien teve uma filha. Nem preciso dizer que o filme é uma bosta do tamanho do mundo. Mas mesmo assim a terceira parte consegue deixar um clima de satisfeito para quem assistiu.

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s