Livide (2011)

2011 / FRA / 93 min / Direção: Alexandre Bustillo, Julien Maury/ Roteiro: Alexandre Bustillo, Julien Maury/ Produção: Vérane Frédiani, Franck Ribière / Elenco: Chloé Coulloud, Félix Moati, Jérémy Kapone, Catherine Jacob, Béatrice Dalle, Chloé Marcq, Marie-Claude Pietragalla, Loïc Berthezene, Joël Cudennec, Sabine Londault, Serge Cabon

 Acho que uma das grandes maravilhas da tecnologia é descobrir as coisas, um filme que você nunca ia conseguir assistir porque nunca chegou no Brasil ou alguma produção que saiu nos anos 40 e se perdeu no VHS e por ai vai. Mas graças a tecnologia temos acesso a várias coisas que séria impossível a 15 anos atrás se for parar para pensar. Uma coisa que agradeço e muito pela internet são os “podcast’s” e eu ouço bastante essa mídia e um dos meus favoritos é claro é o terror.

Ouvindo o “Toca o Terror” que infelizmente entrou num hiato, eles falaram sobre vampiros e nisso encontro esse filme que é o “Livide“, um baita filme de terror e ainda mais um baita filme de vampiros, bem diferente que estamos acostumados e ainda é francês! Gostei muito dessa produção de como eles conseguiram misturar o terror sobrenatural com uma explicação um pouco racional para as coisas.

O filme foi dirigido pela dupla Alexandre Bustillo e  Julien Maury que também escreveu e dirigiu “A Invasora” que foi uma febre em festivais e tal. Como também vão fazer para esse ano ainda uma novo filme da franquia do “Massacre da Serra Elétrica” que é o “Leatherface” uma espécie de “Boyhood” do nosso canibal favorito.

Como eu tinha dito o “Livid” tem uma pegada diferente de filmes de terror, lembrando mais um conto de fadas e se comprova com todos os elementos. Temos uma Cinderela, uma “mãe” má, o resgate da princesa da torre e por ai vai. Mas como eu disse, ele apresenta tudo de uma forma bem diferente. Percebemos também que muito de “O Homem nas Trevas” foi copiado desse filme. Mas outro ponto positivo é como o filme não enrola a chegar onde quer levar o publico ele é rápido e direto.

A história como eu disse é bem direta. Lucie (Chloé Coulloud) está fazendo seu estágio em enfermagem e no primeiro dia, ela conhece uma senhora em coma e que vive numa antiga e gigantesca mansão. E assim ela descobre que a senhora esconde um tesouro dentro da mansão, assim Lucie diz isso a seu namorado William (Félix Moati) e o  amigo Ben (Jérémy Kapone) para acharem o tesouro. Porém, quando eles chegam ao local, eles descobrem que aquela caça aos tesouros é um  verdadeiro pesadelo.

Quem assistiu “A Invasora” e depois assistiu a esse filme pensa que são de pessoas totalmente diferente, mas na verdade é que Alexandre Bustillo e Julien Maury, conseguem fazer boas produções que mudam de uma para outra e isso que é legal dentro das suas obras. “Livid” escorrega e muito em vários pontos mas também tem coisas bem interessantes dentro da obra como o mito do vampiro que é bem diferente do que estamos acostumados e como eles usam os efeitos especiais de um jeito único e bem interessante na verdade. Não é o melhor filme de vampiros que você vai ver na vida, mas em comparação do que saiu ultimamente é uma obra prima.


Nota: 

Baixe o filme com  legenda aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s