A Fúria das Feras Atômicas (1976)

1976 / EUA / 88 min / Direção: Bert I. Gordon / Roteiro: Bert I. Gordon (baseado na obra de H.G. Wells) / Produção: Bert I. Gordon, Samuel Z. Arkoff (Produtor Executivo) / Elenco: Marjoe Gortner, Pamela Franklin, Ralph Meeker, Jon Cypher, Ida Lupino, John McLiam

Se tem um coisa que gosto na Netflix são seus tesouros perdidos, ou melhor, adicionados. Tem muito coisa que entra em catalogo mas é simplesmente ignorado. E isso poderia render também um bom tema no “Night of Living Trettel“. Mas um desses filmes foi um daqueles filmes de ficção cientifica misturado com horror que é cheio nos anos 70 como “O Império das Formigas“, “Westworld” ou até “Fuga do Século 23“.

Adoro quando a ficção cientifica mescla com o horror e lança essas perolas do cinema.  Ainda mais que “A Fúria das Feras Atômicas” é baseado na obra de H.G. Wells que escreveu “O Homem Invisível” , “A Ilha do Dr. Moreau” e sua principal obra que é “Guerra dos Mundos“. No livro se fala não só de animais como também de homens que ficam gigantesco e como o livro foi escrito em 1904, era uma crítica ou melhor uma sátira ao medo da tecnologia que estava começando a tomar forma na Europa principalmente.

O filme foi dirigido por  Bert I. Gordon que fez vários filmes B com essa temática de ataque de monstros e etc. Acho legal o trabalho dele que evoca esse terror mais “inocente” dos anos 50, já que nos anos 70 vamos ter filmes como “Halloween“, “O Exorcista“, “O Massacre da Serra Elétrica“, filmes com uma temática mais pesada, aqui temos um terror que é bem mais inocente que brinca e muito com a ciência.

American International Pictures” produziu e distribuiu  o filme. Ela é a mesma produtora que fez quase todos os filmes do Roger Corman e também produziu uma centena de filmes com essa mesma pegada. Apesar de ser um filme independente ele conseguiu um bom resultado na bilheteria nos anos 70, chegando a casa de 1 milhão. Em 2015 ele ganhou uma versão restaurada e junto com ele veio outro filme também bem “trash” e com uma pegada bem “eco-horror” que é “A Invasão das Rãs“, que por acaso também estava no catalogo da Netflix.

A história na verdade é bem simples. Numa ilha da costa do Canadá, o integrante de um grupo é encontrado com o rosto deformado. Uma nova forma de vida está surgindo, horrível e gigantesca. É bem isso mesmo, mas o que destaco nesse filme é a luta com as feras. No caso os ratos que são organizados e atacam os humanos que ficam escondidos numa cabana e a luta com uma galinha que também é sensacional.

A Fúria das Feras Atômicas é aquele típico filme que você assiste uma vez e logo deleta da cabeça porque apesar de ser legal, os atores não colaboram e também o roteiro é para lá de estranho. Mas é legal para ver como uma curiosidade e também como uma obra adaptada de H.G. Wells.

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s