As Três Máscaras do Terror (1963)

1963 / Itália, Reino Unido, França / 92 min / Direção: Mario Bava / Roteiro: Mario Bava, Alberto Bevilacqua, Marcello Fondato (baseados nas obras de Ivan Chekhov, F.G. Snyder, Aleksei Tolstoy) / Produção: Salvatore Billitteri, Paolo Mercuri / Elenco: Boris Karloff, Michéle Mercier, Lidia Alfoni, Mark Damon, Jacqueline Pierreux

Mario Bava já é velho de guerra aqui no Terror Mania, o primeiro TerroCast foi dedicado só a ele. Mas falar de Bava é falar de excelente filmes, uma direção maravilhosa e também de janelas. Sim! Parece que Mario Bava tem uma fissura por janelas porque a maioria dos seus filmes algo acontece com uma janela. É só prestar atenção!

Um dos meus filmes favoritos dele é com certeza “As Três Máscaras do Terror“, ou melhor, “Black Sabbath” que inspirou a banda de Ozzy Osbourne. Mas voltando, gosto muito desse filme porque além de ser um conto que é uma narrativa que particularmente eu adoro, também puxa para vários sub-gêneros do terror como o “Slasher” que é da parte “O Telefone“, uma história de vampiros que conta com a participação incrível do Boris Karloff que chama “O Wurdulak” e uma outra história voltada totalmente ao sobrenatural que é “A Gota d’Água“, então é um filme que agrada a todos os fãs do terror.

O filme foi produzido pela “American International Pictures” que é a mesma que produziu a maioria dos filmes do Roger Corman e também abriu espaço dentro do mercado europeu. Uma curiosidade é que essa “regia di Mario Bava” teve vários nome ao redor do mundo, e nos E.U.A o nome “Black Sabbath” ficou com esse nome por causa da produção anterior do diretor que teve um certo sucesso americano que é o “Black Sunday” ou “A Maldição do Demônio“.

Mas “As Três Máscaras do Terror” teve uma recepção boa chegando a faturar 100 milhões nas bilheterias. E apesar de ser um filme italiano e sabemos muito bem que quando um produto da Itália é exibida para o publico inglês, ele é retalhado e censurado, mas essa produção não teve quase nenhuma mexida na sua produção ou que teve em tela.

A história como eu tinha dito se trata de uma trilogia com  três contos de terror, que são baseadas nos contos dos escritores Aleksei Tolstoy, Ivan Chekhov e F.G. Snyder. Na primeira parte, “O Telefone”, uma prostituta recebe uma série de telefonemas misteriosos de um ex-cliente morto. Na segunda,”O Wurdalak”, uma família do interior da Rússia tenta lutar contra uma linhagem de vampiros quando recebe a visita de um conde russo do século XIX. Por último, “A Gota d’Água”, em que uma enfermeira rouba o anel do cadáver de uma médium, enquanto o prepara, despertando a fúria da falecida.

Como eu disse os contos são maravilhosos e cada um exibe um terror primordial de primeira. Não é atoa que Quentin Tarantino disse que sua principal influencia para escrever “Pulp Fiction” foi esse filme. Então é para qualquer fã realmente se deliciar com essa película de primeira.

Nota: 5 Caveiras

Compre Black Sabbath – As Três Máscaras do Terror Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s