Audition (1999)

1999 / Japão, Coreia do Sul / 115 min / Direção: Takashi Miike / Roteiro: Daisuke Tengan (Baseado no livro de Ryû Murakami) / Produção: Satoshi Fukushima e Akemi Suyama, Toyoyuki Yokohama (Produtor Executivo) / Elenco: Ryo Ishibashi, Eihi Shiina, Tetsu Sawaki, Jun Kunimura

Acho que “Audition” foi o filme que mais demorei para assistir do diretor Takashi Miike que é um dos diretores para lá de perturbados e também um dos mais legais. Para você ter uma ideia do nível dele, ele dirigiu um “média-metragem” para aquela série do “Show Time” o “Masters of Horror” e conseguiu ser censurado por exibir cenas de aborto e canibalismo. Uma coisa muito pesada, principalmente para um canal de televisão.

Takashi Miike é um dos meus diretores favoritos do cinema oriental. Ele sempre usa um estilo bem carregado e cheio de referencias com animes e etc. Para mim um que é sua obra-prima é o filme “Ichi the Killer” que é baseado num mangá ultra-violento e ele consegue como ninguém capturar aquela violência excessiva. Não é atoa também que Tarantino o convidou para fazer uma participação especial em “O Albergue” do diretor Eli Roth. Outro filme que é do caralho e está disponível na Netflix é “13 Assassinos” que é uma homenagem aos “Os Sete Samurais” do diretor Akira Kurosawa.

Mas foi com “Audition” que Miike conseguiu uma certa notoriedade para o ocidente e assombrou com uma obra perturbadora, mas também muito bonita no ponto de vista da fotografia, direção e atuação. O filme foi um sucesso no resto do mundo em festivais especializados e o gozado que a obra só estreou no Japão no próximo ano, ou seja, em 2000.

O filme apresenta uma trama pautada no mistério e também em “flash-back’s” e claro que apresenta também várias cenas com “gore” e “splatter“. Mas para falar a verdade não é tudo isso, pelo menos essas cenas mais “nojentas“. Claro que isso não tira o mérito do filme e sim o melhora para mostrar que a produção tem conteúdo e não precisa se pautar em vulgaridades desnecessárias para se mostrar um bom filme.

A história se passa sete anos após a morte da esposa do executivo Aoyama (Ryo Ishibashi). Assim ele é convidado a participar do teste para a escolha de uma atriz. Ao analisar os currículos, sua atenção é capturada por Asami Yamazaki (Eihi Shiina). No dia da audição, ela é a última a ser entrevistada. Aoyama anota seu telefone e a convida para jantar. Ele fica muito entusiasmado em sair com Asami, mas o que ele não sabe é que ela é uma sociopata e com um passado estranho. E sua forma de matar é uma das piores possíveis, ela decepa membro por membro de suas vitimas até eles ficarem um cotoco.

No Brasil o filme se chama “Teste Decisivo” que também é uma boa tradução para o filme. Acho que esse é um dos filmes mais populares do Takashi Miike que divide sua filmografia entre boas produções e filmes regulares. Mas mesmo assim são obras geniais que merecem serem vistas. “Audition” é um dos melhores filmes de terror de todos os tempos e também consegue impressionar pela frieza que o filme vai se levando. Um excelente filme que sinceramente é recomendado para quem tem paciência e um estomago forte.

Nota: 5 Caveiras

Baixe o filme com legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s