O Orfanato (2007)

2007 / Espanha, México / 105 min / Direção: Juan Antonio Bayona / Roteiro: Sergio G. Sánchez / Produção: Álvaro Augustín, Joaquim Padró, Mar Targarona, Belén Atienza e Elena Manrique (Linha de Produção), Guillermo Del Toro (Produtor Executivo) / Elenco: Belén Rueda, Fernando Cayo, Roger Príncep, Mabel Rivera

Acho que um dos países que mais gosto de assistir filmes, independente de ser de terror ou não são os espanhóis ou de língua espanhola. Colocando a Argentina no meio que faz filmes excelentes. Mas voltando para o terror, adoro os filmes do Álex de la Iglesia, Alejandro Amenábar e do Jaume Balagueró e Paco Plaza, esses dois que gravaram a trilogia do “Rec“.

Mas um cara que sempre se superou nas sua filmografia é o Guillermo Del Toro, que conseguiu entrar no cinema fantástico e misturar com o terror e isso sempre foi um traço na sua filmografia. Vendo por filmes como “O Labirinto do Fauno“, ” A Espinha do Diabo” e até “HellBoy“.

Em 2007 Del Toro produziu um dos melhores filmes de terror/Suspense/Fantasia de todos os tempos que é “O Orfanato“. A direção ficou por conta de Juan Antonio Bayona que também recentemente dirigiu outro filmes de fantasia que é “Sete Minutos Depois da Meia-Noite” que é um filme excelente e soube misturar essa história de mistério com drama muito bem.

Uma das coisas que mais se destacam na direção e na produção desse filme é como eles conseguem envolver essa história de horror no melhor estilo “Hammer” com casa mal-assombrada, um fantasma e alucinações do personagem principal. Então em alguns momentos, não sabemos se aquilo tudo está realmente acontecendo ou é ilusão do personagem.

O filme foi muito bem nas bilheterias que custou apenas 4 milhões para ser feito e faturou 76 milhões. Ele foi representar da Espanha no Oscar de 2008 de melhor filme estrangeiro. Uma curiosidade é que a “New Line” tinha comprado os direitos do filme para fazer uma versão americana e tinha chamado no caso Del Toro para dirigir mas graças a deus o filme nunca saiu do papel.

A história começa com Laura (Belén Rueda) que passou os anos mais felizes de sua vida em um orfanato, onde recebeu os cuidados de uma equipe e de outros companheiros órfãos. Agora, 30 anos depois, ela retornou ao local com seu marido Carlos (Fernando Cayo) e seu filho Simón (Roger Príncep), de 7 anos. Ela deseja restaurar e reabrir o orfanato, que está abandonado há vários anos. O local logo desperta a imaginação de Simón. Um dia o garoto some e Laura é a única que percebe que o filho está dentro da casa e assim ela começa uma busca para achar o filho e também descobrir outros mistérios que aos vai se revelando.

“O Orfanato” é um dos melhores filmes de terror de todos os tempos e aparece na lista de várias pessoas também. Apesar de ter um misto mais de fantasia, ele consegue ser assustador a partir de que os mistérios vão se revelando.  A direção de Bayona é espetacular como os atores que dão um show a parte. Vale a pena assistir a esse filme e de todos os diretores que eu recomendei.

Nota: 

Baixe o filme com  legenda aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s