Zumbi Branco (1932)

poster_-_white_zombie_01_crisco_restoration

1932 / EUA / P&B / 69 min / Direção: Victor Halperin / Roteiro: Garnett Weston (baseado na obra de William B. Seabrook) / Produção: Edward Halperin, Phil Goldstone /Elenco: Bela Lugosi, Madge Bellamy, Jospeh Cawthorn, Robert Frazer, John Harron

Acho que “Zumbi Branco” é mais conhecido por ser o primeiro filme de zumbi, do que por sua trama mesmo. Apesar da trama, para a época ser bem legal até com uns efeitos bem realizados, a sua obra é esquecida e o que fica são os zumbis mesmo. Mas o termo clássico que estamos acostumados de “Zumbis” não combina para esse filme.

É impossível não falar zumbis e não relacionar a George Romero que reinventou tudo. Se no filme de 1932, temos aquele zumbi clássico haitiano no qual ele está vivo, mas fica fora de comando, já que ele foi hipnotizado e serve como escravo para o seu mestre. Mas nos anos 60 Romero dirigi, escreve e produz “A Noite dos Mortos – Vivos” que muda todo os elementos do zumbi e assim ele é um morto que come carne humana e tem “vida” própria, ninguém controla eles.

white_zombie

O filme foi dirigido por Victor Halperin que depois fez filmes com o envolto do terror ou mistério como    “A Revolta dos Zumbis” de 1936, “Anjo e Demônio” de 1933″ e “Buried Alive” de 1939. Podemos considerar “Zumbi Branco” um desse filmes cânones da Universal, já que ele foi filmado em apenas 11 dias e foi lançado de forma independente também. O filme é baseado no livro de William B. Seabrook           “The Magic Island“, dizem que a produção teve um orçamento tão apertado que o maior salário era para Béla Lugosi que era muito popular na época, por ter feito “Drácula” em 1931.

A história começa quando o casal Madeleine Short (Madge Bellamy) e seu noivo Neil Parker (John Harron), iniciam o planejamento de seu matrimônio. A caminho de se hospedarem, o feiticeiro Murder Legendre (Béla Lugosi) os observa até conseguir pegar o cachecol de Madeleine. O casal finalmente chega na casa do rico proprietário Charles Beaumont (Robert Frazer), onde vão se hospedar.

bela_lugosi4

O amor de Charles por Madeleine faz com que ele procure pelo feiticeiro Murder, num moinho operado inteiramente por mortos-vivos. Charles quer convencer Madeleine de casar-se com ele e pede que Murder use suas técnicas voodoo para assassiná-la de forma sobrenatural. Murder afirma que a única maneira de ajudar Charles é transformando Madeleine em um zumbi com uma poção. Beaumont concorda e, disfarçadamente, dá a poção para Madeleine. Pouco depois da cerimônia de casamento de Madeleine e Neil, a poção faz efeito e Madeleine começa a morrer. Depois de seu funeral, Charles e Murder entram no túmulo de Madeleine à noite para que o feiticeiro reviva-a como um zumbi.

Bêbado e deprimido, Neil começa a imaginar aparições fantasmagóricas de Madeleine, o que o convence a ir até seu túmulo e ele acaba por encontrá-lo vazio. Neil solicita assistência do missionário local, Dr. Bruner (Joseph Cawthorn). Este conta como Murder transforma muitos dos seus rivais em zumbis, que agora protegem sua propriedade. Neil consegue convencer o comissário e os dois seguem viagem até o castelo de Murder para resgatar Madeleine.

white-zombie

No castelo, Charles começa a lamentar a transformação de Madeleine e implora para Murder devolvê-la à vida, mas ele recusa. Charles descobre que também foi atingido pelo voodoo do feiticeiro e que está se transformando em um zumbi. Quando Neil entra na fortaleza, Murder sente sua presença e, silenciosamente, ordena Madeleine a matá-lo. Ela se aproxima de Neil com uma faca, mas o missionário Bruner consegue impedi-la. Neil segue Madeleine até uma escarpa, onde Murder ordena, mentalmente, seus guardiões zumbis a matar Neil. Bruner se aproxima de feiticeiro e o nocauteia, interrompendo o controle mental de Murder sobre os zumbis. Andando sem direção, os zumbis caem para fora do penhasco. Ao acordar, Murder tenta hipnotizar Neil e Bruner, mas Charles corre e o empurra para fora do penhasco, porém perde o equilíbrio e cai juntamente com o feiticeiro. A morte de Murder libera Madeleine de seu transe zumbi, e ela desperta para abraçar Neil.

Realmente um filme extraordinário e revolucionário para a sua época, apesar do roteiro hoje em dia ser bem preguiçoso na verdade e arrastado, mas vale muito a pena conferir o filme, não só por seu uma obra clássica como também pelos efeitos que são bem realizados e atuação do Lugosi que é sensacional. Uma obra obrigatório para qualquer fã do terror, ou melhor, do cinema.

cena-do-zumbi-branco

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s