Arcade – A Realidade Mortal (1993)

maxresdefault

1993 / EUA / 85 min / Direção: Albert Pyun/ Roteiro: Charles Band (história), David S. Goyer (roteiro) / Produção: Cathy Gesualdo / Elenco: Megan Ward, Peter Billingsley, John de Lancie, Sharon Farrell, Seth Green, AJ Langer, Bryan Dattilo

Que saudade estava de resenhar sobre os filmes da “Full Moon Pictures“, simplesmente é falar da melhor produtora de todos os tempos, as vezes eu falo que o canal “Syfy” é uma verdadeira fábrica de sonhos, mas a verdade é que Charles Band (o dono da porra toda) que é o verdadeiro Willy Wonka, produzindo coisas que fogem da nossa imaginação. Já resenhei aqui vários filmes que o amigo já produziu ou escreveu. Os melhores sempre foram com o Ted Nicolau, mas agora estou em duvidas já que descobri o seu novo parceiro nessas trambicagem, que é o Albert Pyun que dirigiu aquele excelente filme ” Dollman – 33cm de Altura…E Atira!

Mas em “Arcade – A Realidade Mortal” esse excelente filme que passava direto no extinto “cine record especial” na Rede Record no começo dos anos 90, foi uma inovação nos termos de CGI, acho que se para época já era considerado ruim, hoje em dia é péssimo. Mas é sempre bom lembrar como a tecnologia e o cinema sempre andaram de mãos dadas, desde filmes como “Tron: Uma odisseia eletrônica” de 1982 dos estúdios Disney até “Toy Story” da Pixar que vai ser lançado em 1995, os filmes sempre andaram junto com a computação, jogos e etc.

arcade-003

Nesse filme a coisa não é diferente, aqui o CGI come solto, só exemplos de boa produção como seu roteiro que é ótimo também para completar a parada. Lembrando que o filme foi escrito por David S. Goyer o mesmo roteirista da trilogia “Batman”, “O Homem de Aço” e “Batman vs Superman“. Então acho que não foi à-toa que esse filme foi considerado o pior do ano passado, não é mesmo?  Uma curiosidade sobre esse filme foi que os estúdios disney ajudaram a “full moon pictures” a remontar o CGI para o filme, mas se alguém comprou o DVD do filme (se existe um guerreiro para isso) encontrou o filme com o CGI original da produtora! Desgraça pouco é bobagem.

A história começa quando alguns garotos são apresentados a  um videogame de última geração que acaba de chegar aos fliperamas de todo o país, lembrando que antes de jogos on-line, existia um lugar chamado “fliperama“, onde você ia e jogava em várias maquinas. Assim o famoso “Arcade” ganha vida própria e suga os jovens para um mortal jogo de realidade virtual. Assim Alex ( Megan Ward) tenta entrar dentro do jogo para resgatar seus amigos e também derrotar de vez o “Arcade”, mas não vai ser tão fácil assim já que ela tem que enfrentar seus próprios medos, como o suicídio da mãe. São coisas muito leves para se assistir com a família. O interessante do filme é que se vários famosinhos participaram dele como Peter Billingsley, Seth Green e John de Lancie.

arcade-009

Realmente não se tem muito o que dizer de um filme assim, é assistir para ver essa metralhadora de atuações horríveis, como seu péssimo roteiro e também a direção que é uma bosta. A filmes que são ruins, mas que de tão horríveis, chega a ser bom. Mas em outros casos filmes como esse só serve para dar raiva e desperdiçar tempo da sua vida. Mas é aquilo se quiser assistir assista! Se não, já economizou 85 minutos da sua vida, e com certeza você foi mais esperto que eu.

arcade-albert-pyun-seth-green

Nota: 

Assista dublado pelo Youtube

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s