Tropas Estelares (1997)

starshiptroopers1

1997 / EUA / 129 min / Direção: Paul Verhoeven / Roteiro: Edward Neumeier, Robert A. Heinlein (Livro) / Produção: Jon Davison,Frances Doel,Stacy Lumbrezer,Alan Marshall,Edward Neumeier,Phil Tippett / Elenco: Casper Van Dien, Dina Meyer, Denise Richards, Jake Busey, Michael Ironside, Neil Patrick Harris, Clancy Brown

Paul Verhoeven é um dos melhores diretores de todos os tempos, isso se comprova pela sua visão crítica e sarcástica em algum dos seus filmes como “Robocop“, “Vingador do Futuro” e agora o seu aclamado “Elle” que infelizmente ainda não assisti mas já estão rasgando elogios a ele. Mas bem, Verhoeven sempre apresenta um universo distópico em seus filmes vemos o “Robocop” que mostra uma sociedade decadente onde grandes corporações mandam em todos os setores, uma realidade presente bastante nos E.U.A por exemplo, que reflete no mundo todo.

O interessante de filmes assim, principalmente com a ficção cientifica é que por mais absurdo que seja algumas coisas, ao mesmo tempo não é tanto assim. Se um filme faz uma comparação com baratas vindos do espaço e pessoas não gostando disso, essa linguagem pode ser bem entendida com a xenofobia por exemplo. E é papel do cinema discutir essas ideais. E o legal de filmes assim é que a realidade dessas produções futuristas não é tão diferente igual a nossa.  E “Tropas Estelares” fala muito disso em vários aspectos, desde a militarização, o ódio que você tem sobre uma coisa que você nunca viu, xenofobia e claro as corporações que são muito presentes em todo o filme.

starship-troopers-training

“Tropas Estelares” é baseado num livro que foi escrito em 1959 pelo autor Robert A. Heinlein, no qual o enredo do livro conta as aventuras futuristas do soldado Juan “Johnny” Rico, membro da infantaria móvel. Após um ataque à Terra, que causa a destruição de Buenos Aires, ocorre uma guerra contra os Insetos e assim ele vai até o planeta delas Klendathu. O livro é considerado um clássico da ficção e uma curiosidade interessante é que na parte dois da franquia “Alien” que foi dirigida por James Cameron, ele passou como lição de casa que os atores que fazem os “Colonial Marines” lessem o livro para entender melhor essa guerra espacial.

Verhoeven também foi feliz na execução do filme. Apesar de ser uma produção datada com seus efeitos, diálogos e etc. A produção acertou bem em contratar o diretor e também os atores, que apesar de não ser aquela atuação, fica legal e exagerada porque é o tom do filme na verdade, então você convence que eles são soldados de verdade. Outra coisa legal que é presente no roteiro é o uso da propaganda, ao mesmo tempo que estamos assistindo ao filme, toda hora ele faz uma inserção de uma propaganda, achei isso muito da hora. Lembro que a primeira vez que assisti a esse filme achei uma merda, mas depois revendo mais velho, você vai entendendo as críticas que o diretor coloca no filme e também aquele aspecto da crítica social que filmes de ficção tem na sua narrativa.

maxresdefault-1

A história do filme se passa no futuro quando um jovem (Casper Van Dien), se alista nas forças armadas para tornar-se um “cidadão” e deixar de ser um mero civil. Ele também faz isto por causa da namorada (Denise Richards), um amigo (Jake Busey) em comum do casal se alista e é designado para servir na parte de planejamento estratégico. Ela é encaminhada para pilotar naves de combate, mas ele vai servir na infantaria, que é um posto menos prestigiado. Porém, Johnny (Van Dien) demonstra talento nos treinamentos e se torna líder de um pelotão, mas por causa de um erro seu, um colega morre em uma simulação de batalha. Quando ele pede dispensa, pois sua namorada está envolvida com seu instrutor, descobre que sua cidade natal, Buenos Aires, não existe mais em virtude de um ataque de insetos alienígenas do planeta Klendathu. Assim, ele volta atrás na sua decisão e vai fazer parte da grande ofensiva terrestre contra estes insetos no planeta deles. Mas o alto comando terrestre subestima demais a capacidade de reação dos inimigos e em poucas horas morrem mais de 300 mil terrestres na ofensiva. Fica claro então que esta guerra vai decretar o fim de uma espécie e está claro que um inseto inteligente comanda as ações, que pretendem exterminar com a raça humana.

Toda essa reviravolta é interessante porque assim também conseguimos ver tudo que está imerso naquele universo, desde problemas sociais, militares, econômicos, políticos e etc. Conseguimos ver tudo e também ver como essa realidade é próxima da gente no aspecto como eu disse os problemas do dia-a-dia. “Tropas Estelares” é um filme para você ver mais velho mesmo, porque ele funciona como um filme de ação, mas funciona melhor como um filme mais crítico na verdade. Ocorreu várias continuações do filme como uma trilogia, um remake que parece que vai acontecer e também adaptações para quadrinhos e pasme um mangá. Então é legal conferir esse filme e ainda mais toda a filmografia do Paul Verhoeven.

maxresdefault

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s