Desafio do Além (1963)

haunting_1963_poster_02

1963 / EUA, Reino Unido / P&B / 112 min / Direção: Robert Wise / Roteiro: Nelson Gidding (baseado na novela de Shirley Jackson) / Produção: Robert Wise (não creditado), Denis Johnson (Produtor Associado) / Elenco: Julie Harris, Claire Bloom, Richard Johnson, Russ Tamblyn, Fay Compton, Rosalle Crutchley

Alguns filmes nascem com uma concepção de já ser algo grande. Talvez isso seja difícil se você é um diretor e está começando a montar um filme e tal. Mas sério, tem certas coisas que quando você começa a fazer, você já pensa: “Cara, isso vai ficar bom!“. Acho que é isso que acontece com clássicos do cinema como “Poderoso Chefão“, “Star Wars” ou “Cidadão Kane“. Para o cinema de terror é a mesma coisa como “O Exorcista“, “Os Pássaros” e etc.

Mas um desses filmes antes mesmo disso tudo que falei, tem um que quando assisti confesso que fiquei com sono, porque a trama demora para começar. Mas é isso que acontece com filmes que tem a temática do terror psicológico. Você tem que estar imergido na história para ela te pegar.É o que acontece com filmes mais recentes como “A Bruxa” e um que achei um dos melhores lançamentos do ano que é “February“, que se você não mergulhar na produção mesmo, vai ser um saco.

haunting-1

Robert Wise é campeão de fazer filmes nessa temática, começando pelo “Tumulo Vazio” que em si não é um filme de terror clássicão e sim um thriller com toques de terror psicológico. Passando por esse filme que é “Desafio do Além“. Cara que filme sensacional! Mas é daqueles filmes que você tem que assistir prestando atenção, no escuro e se possível sozinho. Porque apesar de ser uma história interessante, o ritmo dela é bem devagar e demora para engrenar a história. O filme apresenta ideias interessantes que depois iria influenciar outros filmes com o tema de “casas mal assombradas“. Nesse filme vemos várias coisa que influenciaram “Invocação do Mal” por exemplo se formos citar uma produção mais recente ou até outro filme que saiu ano passado que é foda para caramba também que é “Ainda Estamos Aqui” que também virou resenha para o Terror Mania.

“Desafio do Além” tem um elenco bem interessante que conta com nomes como Julie Harris, Claire Bloom, Richard Johnson e Russ Tamblyn. Uma coisa interessante é que Robert Wise estava na produção de “Amor, Sublime Amor” quando recebeu dos estúdios o livro de Shirley Jackson que o achou assustador e logo já quis adaptá-lo para os cinemas. O roteirista Nelson Gidding ficou surpreso quando percebeu que o livro não era sobre fantasmas e etc. E sim sobre uma personagem que narra os eventos, é interessante analisar isso depois que você assiste ao filme porque você pensa se realmente a casa é assombrada. Porque o que acontece no filme de “sobrenatural” pode ser explicado por um raciocínio lógico e tal.

haunting_ghostsounds

A história começa narrando a história da mansão “Hill House” que tem 90 anos, e assim temos a sugestão de ser  um lugar amaldiçoado. Assim acompanhamos  o doutor Markway (Johnson) que  faz uma pesquisa para provar a existência de fantasmas, e com isso, ele passa a se interessar pela mansão que é localizada na Nova Inglaterra, que em si é um lugar sinistro. A mansão carrega uma história de mortes, violência e loucura. Assim ele monta uma equipe para explorar o local, entre eles estão Luke Sanderson (Tamblyn), um cético que está para herdar a casa, a misteriosa e clarividente Theodora (Bloom) e a insegura e carente Eleanor Lance (Harris), cujos dons psíquicos a transformam no instrumento de ligação com os espíritos da velha mansão. Gradativamente fica óbvio que eles encontraram algo muito maior e aterrorizante do que poderiam imaginar, mas mesmo assim não sabemos se tudo aquilo é verdade ou uma sugestão ou simplesmente uma loucura coletiva, levada pela ânsia de descobrir a verdade.

O filme ganhou um “remake” em 1999. Confesso que não achei ele tão ruim assim, ele até é bem feito e conta com um elenco muito bom como Owen Wilson,Liam Neeson, Catherine Zeta-Jones. Apesar do filme ter em seu “plot” principal o terror, ele é um filme mais de ação na verdade. E deixa o terror psicológico bem para lá. Mas no Brasil o filme chama “A Casa Amaldiçoada“. Vale a pena conferir, mas eu ainda fico com esse filme de Robert Wise, que apesar de seus tropeços, é um filme sensacional.

the-haunting-1963

Nota: 

Baixe o filme com legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s