O Túmulo Vazio (1945)

2vnyg89zbpu

1945 / EUA / P&B / 77 min / Direção: Robert Wise / Roteiro: Phillip MacDonald, Carlos Keith (baseado na obra de Robert Louis Stevenson) / Produção: Val Lewton; Jack J. Gross (Produtor Executivo) / Elenco: Boris Karloff, Henry Daniell, Russell Wade, Edith Atwater, Bela Lugosi

O Túmulo Vazio” faz parte do primeiro volumo de “Obras Primas do Terror” que a Versátil lançou. O interessante nesse box é que as produções em sua maioria tem no roteiro as obras de algum escritor foda, seja pelo próprio Robert Louis Stevenson como por Edgar Allan Poe. Os diretores como o próprio Bava que aparece dirigindo um filme foda que é “O Chicote e o Corpo” que tem Christopher Lee no elenco, como um dos meus filmes favoritos de terror que é “Na Solidão da Noite” que conta com vários diretores entre eles o brasileiro Alberto Cavalcanti.

Mas esse filme de Robert Wise que fez filmes fodas como “Desafio do Além“, e clássicos como “A Noviça Rebelde“, “Amor, Sublime Amor” e o clássico da ficção cientifica “O Dia em que a Terra Parou“, fora também que ele dirigiu o primeiro filme de “Star Trek“. Então é uma pessoa de respeito, mas antes de ganhar essa fama toda e notoriedade. Wise dirigiu muitos filmes de “cowboy“, “noir” e “terror“. Que eram filmes B, tirando de velho-oeste. Mas no caso como ele estava começando, era difícil ele conseguiu dirigir alguém de peso como John Ford ou James Stewart.

body-snatcher-4-620x400

Outra coisa sensacional nesse filme é que temos o encontro de dois monstros, literalmente falando que é Bela Lugosi e Boris Karloff, ou seja, Drácula e Frankenstein. Karloff que faz o papel de vilão nessa obra, está sensacional como uma pessoa sem escrúpulos que faz de tudo para ganhar alguma dinheiro ou até mais que isso ter o poder sobre algo. Tudo isso combinado com a excelente direção de Robert Wise, que soube explorar a fotografia e assim combinar com a perfeita atuação de Karloff para o filme, só engradasse ainda mais essa obra. Fora que toda a produção em si é uma coisa de encher os olhos de tamanha perfeição, que vai das carruagens, roupas, arquitetura e etc. Realmente capricharam bem.

A história se passar em Edimburgo no ano de  1831, o Dr. MacFarlane (Henry Daniell) contrata um cocheiro chamado Gray (Karloff) para desenterrar corpos e trazê-los para que possa fazer suas experiências. Com o aumento da segurança nos cemitérios, o cocheiro torna-se um assassino para conseguir os corpos e Joseph (Lugosi), um vigia, flagra uma das mortes e aborda Gray, o qual sugere uma parceria para que não o entregue às autoridades. Assim a exploração começa e o doutor fica refém da dupla.

body-snatcher-1

Karloff gostava de interpretar o papel de Gray, porque ele podia fazer alguma atuação genuína sem o uso de maquiagem pesada, eletrodos e sapatos de plataforma. Falando nisso, essa foi a terceiro filme que Boris Karloff fez com “RKO Radio Pictures“, que foram produzidos por Val Lewton . Os outros dois filmes foram “Isle of the Dead” e “Bedlam” . Karloff, que tinha alcançado o estrelato com Frankenstein , deixou a Universal Pictures , sentindo que a franquia Frankenstein já tinha dado o que tinha quer dar.

Novamente falo que graças a Versátil podemos ter a chance de ver esse excelente filme que tem a direção incrível de Robert Wise e atuação ainda mais incrível que é de Boris Karloff que mostra todo o seu talento para o filme, mostrando como ele é um grande ator. “O Tumulo Vazio” é um baita de filme que merece ser visto e revisto de tão bom que ele é.

tumblr_mnaeqzjwoo1s8ks2to3_1280

Nota: 5 Caveiras

Compre aqui as Obras-primas do terror – Vol. 1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s