Viagem ao Planeta Proibido (1959)

poster_the_angry_red_planet__1959__by_xguarawolfx-da407u1

1959 / EUA / 83 min / Direção: Ib Melchior / Roteiro: Ib Melchior, Sidney W. Pink / Produção: Norman Maurer; Sindey W. Pink, Lou Perlof (Produtor Associado) / Elenco:Gerald Mohr, Nora Hayden, Les Tremayne, Jack Kruschen

Viagem ao Planeta Proibido” é um dos filmes mais famosos de syfy, podemos listar vários filmes com esse gênero que teve seu auge nos anos 50, mas praticamente morreu nos anos 60. Os filmes de ficção cientifica é um retrato de sua época. Mas qual não é? Enfim, ele mistura coisas que estavam na moda na época, como a guerra fria, o homem foi ao espaço e também quais eram os limites para a humanidade depois de tantos avanços tecnológicos.

Nos E.U.A dos anos 30 e 40 eram famosos aquelas revistas “pulp” que históricas fantásticas e várias delas viraram contos icônicos que até hoje é lembrado na cultura POP como Robert E. Howard, criador de Conan. Entre outros gêneros como terror, fantasia e etc. Assim a partir que a evolução tecnológica e o homem vai evoluindo, o mundo também muda o seu jeito de ver e pensar e claro isso se revela nas histórias. Então o gênero ficção espacial era o que mandava na época.

angry-red-planet-1-png

Lembrando que as produções de ficção e terror eram todos do filme b, no caso saiu perolas como “Vampiros de Alma“, “Guerra dos Mundos“, “Invasores de Marte” e “O Terror vem do Espaço“. Todos esses filmes vão ganhar uma camada cult ao longo dos anos, mas agora não passa de cinema b mesmo. Mas o curioso é que “Viagem ao Planeta Proibido“, teve um bom orçamento para esse tipo de filme.

O filme foi produzido pela “American International Pictures“, um estúdio muito importante para o cinema mundial, que já leu “Como a geração sexo, drogas e rock and roll salvou Hollywood” sabe o que estou falando. O estúdio foi importante porque foram eles que deram a chance para diretores como Roger Corman realizar o seu ciclo Edgar Allan Poe de filmes e também a Denis Hopper, Peter Fonda entre outros produzirem filmes de terror que até hoje são cultuados. Como também mudou de vez a história do cinema mundial quando lançaram “Sem Destino“.

angry1

O diretor em questão contratado Ib Melchior não é um diretor muito famoso em comparação que iriam ser os outros de ficção, ele é mais conhecido pelos seus roteiros, no qual ele escreveu um filme que gosto muito que é “Corrida da Morte – Anos 2000“. A produção teve um orçamento até modesto de US$200.000,00. E também usou um efeito muito legal que era “CineMagic” que era simplesmente colocar um filtro vermelho na lente. E assim da aquele efeito todo viajado. O filme usa isso quase todo o tempo que irrita bastante na verdade.

Mas bem, a história do filme conta quando o  primeiro foguete tripulado enviado à Marte, o MR-1, retorna a Terra trazido por controle remoto após ter ficado perdido no espaço e sem comunicação pelo rádio. Ao conseguirem aterrissar o foguete numa base em Nevada, os cientistas descobrem que apenas dois dos quatro tripulantes estão vivos: a Dra. Iris Ryan (Naura Hayden), que sofreu um bloqueio mental; e o coronel Tom O’Bannion (Gerald Mohr), em coma com uma estranha gosma verde no braço. Procurando descobrir o que aconteceu, os cientistas tentam romper o bloqueio da Dra. Ryan. Quando conseguem, ela lhes conta uma exploração acidentada da superfície marciana, repleta de ataques de monstros e plantas carnívoras alienígenas, mas também com a descoberta de uma cidade futurista, confirmando que os marcianos possuem civilizações avançadas.

z3y3rjn37e7x0isgmmx67mzxfpa

O filme é  uma viagem só e usa bastante dessa utopia espacial que é muito legal e também influencia outras produções dos anos 70, que tem uma temática sobre o apocalipse nuclear. Confesso que esse não é o meu filme favorito desse ciclo syfy dos anos 50, mas é uma produção viajada e bizarra que quem assiste se diverte e bastante. Um curiosidade é que o filme foi uma influencia para o Stan Lee criar o “Quarteto Fantástico” que iria ser lançado só em 1961. Lembrando que o filme está disponível na Netflix, então é só correr para lá e se divertir.

Nota: 

Assista ao filme legendado aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s