Christine – O Carro Assassino (1983)

christine

1983 / EUA / 110 min / Direção: John Carpenter / Roteiro: Bill Phillips (baseado no livro de Stephen King) / Produção: Richard Kobritz, Larry Franco (Co-produtor), Barry Bernardi (Produtor Associado) / Kirby McCauley e Mark Tarlov (Produtores Executivos) / Elenco: Keith Gordon, John Stockwell, Alexandra Paul, Robert Prosky, Harry Dean Stanton

Christine – O Carro Assassino” é aquele típico filme que se você não assistiu, você já ouviu falar. Esse filme não é simplesmente um “filme” é um marco! Você ama ou odeia, essa é a verdade. Mas vamos voltar ao começo, quem era criança ou adolescente nos anos 90, com certeza já deve ter visto a chamada desse filme na televisão. A história num primeiro momento pode parecer simples, do tipo um carro possuído que ganha vida  e etc. Confesso que a primeira vez que assisti não achei medo nenhum e sim fiquei até decepcionado pensando que ia ser um baita de um terror e tal.

Uma coisa bom de envelhecer é como você vai ficando sábio em relação a algumas coisas como será que posso beber mais uma caninha? Será que se eu sair hoje vou conseguir acordar amanha? Ou acho que vou assistir novamente esse filme. E assim reavaliamos nossos gostos em relação a várias coisas. E num desses casos é esse filme, “Christine – O Carro Assassino” pode parecer na verdade essa simples sinopse, mas na verdade é muito mais que isso, é uma história de obsessão, abuso físico e psíquico. Baseado num livro de Stephen King, no qual sempre escreve história com esses temas, no qual fica explicito as vezes a intenção do autor e as vezes não. Mas John Carpenter tinha acabado de sair de “um fracasso” de bilheteria que foi “O Enigma de Outro Mundo” então topou fazer essa produção. King sempre foi chato em relação adaptação de seus filmes, caso é “O Iluminado” que Kubrick tinha adaptado em 1980.

christine-1983-09-g

A direção é simplesmente incrível, Carpenter conseguiu acertar em vários pontos, principalmente em colocar o carro nossa principal ponto de vista. Então tudo gira em torno dele. A produção também ficou excelente, a trilha sonora é simplesmente incrível, cheio de músicas antigas dos anos 50 e 60. E os atores são um arraso, conseguiram invocar aquele estereótipo do loser, atleta a gostosa da escola e etc.

A história começa com o adolescente Arnie Cunningham(Keith Gordon) , um estudante tímido e com apenas um amigo, Dennis Guilder (John Stockwell), um grande atleta, descobrindo “Christine“, um Plymouth Fury vermelho e branco de 1957 que precisa de grandes reparos. Enquanto Arnie vai refazendo o carro, ele não percebe que se torna arrogante. Dennis descobre que o carro possui um passado sombrio. O proprietário anterior teve um trágico destino. Dennis e a namorada de Arnie, Leigh Cabot (Alexandra Paul), tentam evitar que o mesmo ocorra com Arnie e percebem que o único jeito é destruir Christine. Mas o carro começa a agir por conta própria, como se estivesse “possuído“, demonstrando capacidade de se auto-reconstruir. E parece sofrer de um ciúme doentio e assassino por seu proprietário, Arnie.

christine-2

Então no fundo a história não passa de um filme de amor e romance mal resolvido mas todo o contexto em si do filme é fantástico. A produção, direção, efeitos e atuações são algo que perfeitas. Um filme muito bom que realmente só melhora com o tempo. Uma história que vale muito a pena assistir e re-assistir bem mais velho sempre.

christine39

Nota: 5 Caveiras

Baixe o filme dublado aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s