Terror em Amityville (1979)

78e23dba25b771a2b12e5625098a6da0

1979 / EUA / 117 min / Direção: Stuart Rosenberg / Roteiro: Sandor Stern (baseado no livro de Jay Anson) / Produção: Elliot Geisinger, Ronald Saland, Samuel Z. Arkoff (Produtor Executivo) / Elenco: James Brolin, Margot Kidder, Rod Steiger, Don Stroud, Murray Hamilton

Quem nunca ouviu falar sobre os mistérios de  Amityville? Lembro da primeira vez que assisti e logo fui pesquisar tudo sobre essa macabra casa e até o local. Mas a  história deste filme é baseada num acontecimento verídico envolvendo a família DeFeo. O filho mais velho matou os pais e irmãos pequenos com tiros de espingarda, enquanto dormiam, dizendo-se movido por forças demoníacas. Alguns anos depois, a família Lutz mudou-se para a mesma casa e reportou casos sobrenaturais no local. E assim ele virou um livro escrito por Jay Anson.

Mas claro que depois virou lorota tudo aquilo já que os Lutz são considerados mentirosos, já que outros proprietários da casa nunca tiveram experiências sobrenaturais nem viram fantasmas nesta mesma casa. Assim esse evento começou a cair no caso de farsas sobre o sobrenatural. Mas eventos a parte, o filme é bem legal. Assustador em alguns momentos e ele brinca com muitas coisas com esses espíritos possessivos. Uma coisa que se salva na produção são os ótimos efeitos especiais, a atuação que está muito boa, trilha sonora que alias foi indicada ao Oscar em 1980 e a direção de Stuart Rosenberg que está muito boa.

amityville-horror-the-1979-di

Terror em Amityville” pegou muitas coisas de outras produções dos anos 70 e 60 como o próprio “O Exorcista“, “Desafio do Além” e o esquecido e ainda muito bom “A Sentinela dos Malditos“. Assim temos aquela atmosfera de suspense e também de não mostrar em si o “mal” ou “o monstro“. Então é tudo sugestivo. Será que aquilo está acontecendo mesmo? Não é o pai que está enlouquecendo? Esses pequenos joguetes que deixa tudo muito “real” em alguns pontos no filme.

Acho que uma das cenas mais legais do filme é quando o casal Lutz que são católicos, chamam um padre para benzer a casa. E como a família está do lado de fora da casa o padre vai entrando (olha o vacilo ai) e então ele começa a benzer a casa. E como ela não gosta disso, as reações começam. Como numa cena onde o padre fica preso num quarto e começa a aparecer moscas, até ele ficar coberto delas. Essa cena ficou simplesmente sensacional, fora também toda aquela briga com a igreja católica que o filme proporciona. Uma discussão até legal sobre o paranormal e como a igreja aceita ou vê isso.

amityville2

A história começa quando o casal Lutz se muda para a casa depois que eles compram por um baixo valor. Mas porque baixo valor? A sim uma família inteira foi morta ali e o filho que matou geral diz ter ouvido vozes que mandavam fazer isso! Suave de se mudar para ai. Mas George(James Brolin), Kathy (Margot Kidder) e seus filhos passam a viver ali e claro que iam ter uma experiência nada boa. O pai começa a enlouquecer e dar várias merdas do tipo faltar do trabalho, ter insônia, pensamentos psicopatas e claro a se livrar da sua família. Fora coisas sobrenaturais que acontece com a casa do tipo vozes, estranhas aparições e uma cena onde Kathy está sozinha na casa e aparece um cara bizarro, com umas latas de cervejas querendo entrar. E quando ela vai ligar para George o cara simplesmente some.

Mas um grande problema de “Terror em Amityville” é como o filme não consegue manter uma linha que vai crescendo com os personagens. O que temos é tudo cortado. Coisa que é totalmente “anti-climax”, o personagem de George que séria a parte principal com a sua loucura, fica chato e não temos essa visão clara dele se tornando um monstro que assassinaria sua família. Mas mesmo assim como tinha dito, algumas coisas como os efeitos e as atuações de leve dos atores consegue ser legal.

amityville3

A história de Amityville se deu várias sequencias. Como a parte 2 que chama “A Possessão” que séria a história da família DeFeo. E é bem mais legal na minha opinião e mais pesada. Principalmente pelas cenas de Incesto que é pesado, os efeitos que são bem mais da hora e toda a história dentro do filme que ai sim pega com a igreja e o sobrenatural.  Ouve o remake do primeiro filme em 2005 com a produção do Michael Bay que é difícil falar isso mas, ficou muito bom. Bem mais interessante e bem mais aterrorizante, claro que tem algumas ressalvas, mas mesmo assim mais interessante. Acho que essa é a primeira vez que falo que o Michael Bay conseguiu fazer algo legal.

Nota: 

Baixe o filme com  legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s