Chamas da Morte (1981)

8029fb76ee3443b7d8e9180968a9197e

1981 / EUA, Canadá / 91 min / Direção: Tony Maylam / Roteiro: Peter Lawrence, Bob Weinstein, Harvey Weinstein e Tony Maylam e Brad Grey (história original) / Produção:Harvey Weinstein, Dany Ubaud (Produtor Associado), Jean Ubaud, André Djaoui e Michael Cohl (Produtor Executivo) / Elenco: Brian Matthews, Leah Ayres, Brian Backer, Larry Joshua, Jason Alexander, Ned Eisenberg

Os anos 80 foi recheado de filmes esplendorosos, mas pouco conhecidos pelo grande publico, então logo cai em esquecimento. Um desses filmes legais e empolgantes é “Chamas da Morte” que é um “slasher” foda para caramba. Ele sai um pouco daqueles clássicos que conhecemos como “Halloween” ou até “Sexta-Feira 13” que você percebe nitidamente que ele se baseou no sucesso do primeiro filme. Mas ele lembra ainda mais os “giallos“, italianos do que qualquer outra coisa.

Chamas da Morte” ou “A Vingança de Cropsy ” como foi chamado também é aquele típico filme que você vê e se surpreende bastante. Começando pelos efeitos e maquiagem que Tom Savini fez que claro lembra novamente o de “Sexta-Feira 13“, mas aqui parece que ele teve uma liberdade mais criativa, porque o gore corre solto a toda hora. E claro tem mais “nudes” também e a direito a nu frontal e tudo. Esse foi o primeiro filmes que os irmãos Bob e Harvey Weinstein pegaram para produzir, fora que eles mesmos fizeram o roteiro e a ideia original do filme fica por conta de Harvey.

the-burning-pic-4

A história é bem simples no caso de acampamento de verão, jovens querendo sexo e claro se isolando de todos e etc. Prato cheio para os clichês desse gênero. Lembrando também que ele surfou na onda de Jason, ele saiu por baixo porque o filme foi lançado quase junto com “Sexta- Feira 13 – Parte 2” e assim Jason ficou mais conhecido do que Cropsy e também todos queriam saber o que iria acontecer depois que Pamela Voorhees foi morta. O que fica fora dos padrões desses filmes é como as coisas são tratadas, temos uma empatia maior pela galera do camping do que pelo assassino. Mesmo que você veja a galera boazinha dos filmes e etc. Você sempre torce para o vilão, prova disso é como Jason, Freddy ou Michael Myers são mais famosos do que as “final girls“.

Tudo começa no acampamento quando uma galera está conversando de se vingar do zelador do camping que é um alcoólatra degenerado que persegue as crianças e também usa uma tesoura de jardinagem para cima e para baixo, ai pergunto cadê a administração desse lugar? Bom como estamos nos anos 80, você tinha que se virar do seu jeito. Mas uma galera decide dar o troco em Cropsy e com uma ideia genial usam gasolina na pegadinha e claro ele pega fogo e supostamente morre. Depois de passado 5 anos dentro do hospital, ele foge.

the-burning-pic-2

Assim ele volta para o acampamento atrás mas claro que agora ele mata qualquer um que não tem haver com o assunto. Mentalmente insano por causa do incêndio, ele mata qualquer pessoa com requintes de crueldade. O começo do filme é um pouco lento e demora bem para desenvolver toda a trama. Assim conseguimos claro sentir aquela empatia que comentei pelos personagens. E nossa, que galera zuada. Temos um “freak” que do nada invade o banheiro feminino e fica olhando uma menina tomar banho e depois ele é tipo um coitadinho da história. Mas como comentei é os anos 80, tudo era diferente nessa época. Quando a turma desce por um rio é ai que o terror começa na verdade. Porque eles são levados para uma armadilha pelos psicopata Cropsy. Acho que uma das melhores cenas do filme todo e mostra aquele gore vivo de Tom Savini é quando a canoa da turma é levada para longe e assim eles fazem outra. E certo ponto do rio eles navegam até lá e dentro do bote sai o assassino que com a sua tesoura faz aquela carnificina. É tão explicito que você sente o sangue vindo na sua cara. Então é tesourada na jugular, no olho, peito e tem uma cena magnífica de um garoto que perde os dedos quando ele passa a tesoura lá.

Uma curiosidade é que esse filme é o começo de filme de várias atores já consagrados agora como Jason Alexander, o “George” da série Seinfeld, que pasme está com cabelo nesse filme e claro é seu primeiro longa. E também Fisher Stevens que fez um monte de filmes legais como “Um Robô em Curto-Circuito“, a série “Edição de Amanha” e claro o incrível filme “Hackers“.

Burning-1981-01-11-30

Gostei muito de “Chamas da Morte“, claro que ele tem uns escorregões graves no roteiro e etc. Mas é eficiente na direção e claro a maquiagem do incrível Tom Savini. E sai muito dos padrões do “slasher” clássico, vale muito a pena assistir essa perola dos anos 80 e claro sempre lapidar os filmes dessa década perdida que tem muita coisa boa pronta para ser achada.

Nota: 

Baixe o filme com  legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s