O Enigma de Outro Mundo (1982)

Thing_poster_01

1982 / EUA / 109 min / Direção: John Carpenter / Roteiro: Bill Lancaster (baseado na história de John W. Campbell Jr.) / Produção: Davis Foster e Lawrence Truman, Stuart Cohen (Co-Produtor), Larry J. Franco (Produtor Associado), Wilbur Stark (Produtor Executivo) / Elenco: Kurt Russel, Wilford Brimley, T.K. Carter, David Clennon, Keith David

Acho que um dos diretores mais competentes e geniais que existem  são poucos e podemos contar nos dedos quem podemos analisar seus filmes como produção, atores, roteiros e dizer “nossa esse cara é simplesmente foda” e um desses poucos é John Carpenter que se destaca facilmente no cinema de terror como no cinema no geral. Responsável por vários filmes geniais como “Halloween“, “A Bruma Assassina“, “Assalto ao 13º distrito” ou até o mais aventura que é “Os Aventureiros do Bairro Perdido” e também o “Eles Vivem” que é um filme tão crítico que é “atemporal” em qualquer tempo ele é atual.

Mas um dos meus filmes favoritos de Carpenter fora “Halloween” é o incrível “O Enigma de Outro Mundo“, que faz parte da “trilogia do apocalipse” onde ele monta um cenário apocalíptico não para a população em geral. Mas sim para os seus personagens que conseguem frear a situação de caos total. Tirando claro “A Beira da Loucura” que ai sim é o caos total. Mas a trilogia é formada por “O Enigma de Outro Mundo“, “O Príncipe das Sombras” e “A Beira da Loucura“.

MacReady_and_Clark_approach_the_kennels_-_The_Thing_(1982)

Carpenter enfrentou vários problemas para o lançamento de “O Enigma de Outro Mundo” como o orçamento que foi grande e depois que ele foi um fracasso de bilheteria. Nos anos 80 e até parte dos 90 os filmes de horror espacial, mudou de forma a ser apresentado. Então semanas antes do lançamento de John Carpenter aos cinemas o filme de Steven SpielbergE.T – O Extraterrestre” tinha lançado e claro conquistado famílias, adultos, crianças e a crítica. Não tirando o mérito de “E.T” que também é um filme foda e fez muito para a ficção cientifica também. Mas infelizmente o filme de Carpenter caiu no ostracismo e ninguém queria ver um “alien” malvado. Mas graças aos “home-videos” e depois com internet e etc. O filme de John Carpenter ficou “cult” e consagrado de certa forma.

O filme que foi todo produzido num lugar gelado no ártico conta com uma fotografia maravilhosa Dean Cundey que foi responsável pela direção de fotografia de “Halloween” também como clássicos que vai de “Jurassic Park” até “Apollo 13“. Fora também os efeitos especiais Rob Bottin que dispensa comentários como outra pessoa também que dispensa que é o próprio Ennio Morricone.  A história começa já mostrando o cenário onde vai ser ambientado aquela história de horror. Um lugar inóspito e gelado. Porque mesmo com espaços grande os sentimento de clausura é enorme também. Assim no meio daquela paisagem vemos um cachorro correndo pela neve e um helicóptero atrás dele.

The-Thing-1982

O clima de suspense criado por Carpenter é genial como também a forma como vamos aos poucos conhecendo os personagens também. Porque o “plot” do filme é saber em quem você pode confiar, ou melhor, quem você não pode confiar. Assim vemos aos poucos o mistério sendo aberto. O personagem principal é R.J. (Kurt Russel) que consegue colocar um olhar de mistério naquilo tudo, mas ao mesmo tempo temos a equipe de ciências dentro daquele lugar, as coisas ficam mistas entre a fantasia e o concreto. Então tudo que acontece tem uma explicação lógica. E assim aquele medo pode ficar real a qualquer momento. A temática da confiança coloca no roteiro, ou melhor, montada no roteiro pelo Bill Lancaster é uma excelente comparação com o comunismo como o caso da confiança, que aquela pessoa que você está vendo na verdade não é ela. Ou até o lance da AIDS com o teste do sangue.  Mas mesmo assim a representação é consequência da ressaca dos anos 70 que os americanos enfrentavam com a destruição do estilo de confiança no governo, vizinhos e etc.

Gosto muito do desenrolar do filme, mas principalmente nas partes finais quando vemos que não tem mais jeito para sair vivo daquilo que estamos vendo. Assim aos poucos vemos que ninguém é de confiança. Principalmente na tensa parte onde a um teste de sangue para saber quem é o monstro na verdade. E mais ainda eles percebem que se o alienígena sair vivo daquilo ele pode matar a população da terra em pouco tempo. Assim eles não deixam que “A Coisa” saia vivo da base. O final é clássico e funcionou para um monte de filmes que viam depois e até um episódio especial de “Arquivo X

Vlcsnap-2011-12-30-07h27m52s226

O Enigma de Outro Mundo” é mais uma prova da longa filmografia de Carpenter que mostra a pessoa talentosa que ele é. Fora a produção que ele faz com os seus filmes, roteiro e a trilha sonora que ele mesmo faz para os seus filmes. Ele é simplesmente genial e assim é visto pela sua filmografia depois com excelente filmes como o próprio “Christine – O Carro Assassino” que é lançado um ano depois que “O Enigma de Outro Mundo” é exibido. Mas enfim um excelente diretor e genioso de todas as formas possíveis que merece ser visto e apreciando toda a sua filmografia.

Nota:  5 Caveiras

Baixe o filme com  legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s