Os Estranhos (2008)

strangers_ver4

2008 / EUA / 88 min / Direção: Bryan Bertino / Roteiro: Bryan Bertino / Produção: Doug Davison, Nathan Kahane, Roy Lee; Thomas J. Busch (Coprodutor); Joseph Drake, Marc D. Evans, Kelli Konop, Trevor Macy, Sonny Mallhi (Produtores Executivos) / Elenco: Scott Speedman, Liv Tyler, Gemma Ward, Kip Weeks, Laura Margolis, Glenn Howerton

Os Estranhos” é um dos filmes que mais gostei nessa “nova onda ” de filmes de terror. É o típico filme que você não da nada e se surpreende bastante pelo seu teor temático. Ele é dirigido e roteirizado por Bryan Bertino (Perseguidos pela Morte), o legal é como ele foi vendido como uma história “baseada em fatos reais“, mas no melhor estilo “O Massacre da Serra Elétrica” ele é falso. Mas na verdade o diretor se inspirou no culto da família Mason! Que causou um pânico monstruoso nos californianos dos anos 60. Já que os assassinos entravam no nada na casa das vitimas e a matavam. Visto pela Sharon Tate que estava grávida do filho do Roman Polaski e foi morta friamente pela família Mason.

Com uma história muito simples na verdade esse filme da muito arrepio. Principalmente se você esta sozinho ou se você tem uma certa fobia social, mas realmente essa ideia de pessoas invadido a sua casa sem um real motivo é de arrepiar. Lembra bastante o “Violência Gratuita” do Michael Haneke, que pega essa ideia de uma violência “não justificada” aparentemente, ou melhor, no bom português “tacar o puteiro” mesmo.

still-of-liv-tyler-and-scott-speedman-in-the-strangers-2008-large-picture

O diretor soube construir muito bem o filme com um suspense visceral, que começa do nada e vai aumentando e sem deixar tempo para o espectador ter esperanças que as vitimas vão conseguir sair vivos daquilo. Tudo começa quando James (Scott Speedman) está saindo de um casamento com a sua namorada Kristen (Liv Tyler) e ele tenta pedir ela me casamento também, mas assim vão até a casa de campo dos seus pais. Mas chegando lá eles brigam e se separam. Assim ele vai embora e ela fica.

Como eu disse Bryan Bertino consegue nos transportar para o meio daquela casa de campo, assim o suspense de não sabermos nos localizar quando os assassinos começam sua empreitada para transformar a vida do casal num inferno começa. Aquilo tudo fica tão real, que os medos não transforma ninguém numa maquia de matar, como o “Você é o Próximo” que também é muito foda, mas bem forçado. Então aquela situação fica real em vários sentidos. Os assassinos também que não tiram as mascaras que é um recuso muito bem utilizado, que serve para não termos empatia com os personagens, ou seja, não ver ele como humanos funciona perfeitamente então o tempo todos vemos um cara de máscara branca que lembra aqueles capuzes da KKK, uma mulher com uma máscara Betty Boop e outra com cara de boneca, eles não tiram o filme todo.

still-of-liv-tyler-in-the-strangers-2008-large-picture

A partir disso que temos os personagens apresentados e também o ambiente. Começa aquela perseguição pela sobrevivência. Aos poucos vemos que eles não tem muita saída para sair vivo da casa. O filme não foge muito de thrillers que já estamos acostumados. Então vemos aquele jogo psicológico de sobrevivência, torturas e etc. Mas o que muda aqui é como encaramos aquilo tudo. Como o diretor coloca uma situação incomum de não sabermos o que aqueles assassinos aparentemente querem, não sabemos também que atitudes eles vão tomar.

Gosto muito do jeito que o diretor lida com a direção usando vários recursos de câmeras para deixar o espectador mais tenso com as cenas e claro o roteiro que é maravilhoso. Os Estranhos também teve uma bilheteria satisfatória já que ele custou 8 milhões de dólares e lucrou 82,3 milhões no mundo todo. Recentemente foi divulgado que talvez saia a segunda parte do filme. Que não vejo muito sentido disso acontecer na verdade. Mas o jeito é esperar para ver o que vai acontecer e também ver os próximos filmes do Bryan Bertino já que ele só lançou 3 até agora.

strangers

Nota: 

Baixe o filme com  legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s