Seis Mulheres para o Assassino (1964)

sei_donne_lassassino

1964 / Itália, França, Mônaco / 88 min / Direção: Mario Bava / Roteiro: Marcello Fondato /Produção: Alfredo Mirabile, Massimo Patrizi / Elenco: Cameron Mitchell, Eva Bartok, Thomas Reiner, Ariana Gorini, Dante DiPaolo, Mary Arden

Confesso que sei pouco sobre o maestro Mario Bava, mas foi graças aos box da Versátil comecei a me aproximar dos filmes dele. Consegui “Arte de Mario Bava“, os títulos que viam com os filmes dele “Obras Primas do Terror” e agora os filmes de “Giallo” que eles lançaram. Bom já digo que eles não me patrocinam! O que é uma pena … Queria tanto… Mas realmente eles fazem um trabalho de qualidade com os produtos deles e temos a chance de conhecer essas obras que infelizmente são desconhecidas.

Mas foi graças também a gravação do primeiro  TerrorCast do Bava que comecei a me interessar por seus filmes. A temática do “giallo” que esse filme acompanha, já tinha noção e assistia e muito os filmes do Dario Argento. Mas te digo que realmente Mario Bava é rei. Cada filme foda que ele dirige, a paleta de cores em seus filmes é incrível e também os enquadramentos é uma coisa linda. Em “Seis Mulheres para o Assassino” acho que ele atinge o ápice com a sua direção e posicionamento de câmeras, que lembrou e muito ” Um Corpo que Cai” do Hitchcock. Principalmente quando vemos que ele conversa com a trama usando a câmera. Coisa que Hitchcock é campeão em fazer em seus filmes, visto por “Psicose“, “Intriga Internacional” e os mais explícitos dentro desse conceito que é “Festim Diabólico” e “A Sombra de uma Duvida“.

Captura-de-pantalla-2014-10-18-a-la(s)-23.00.59

O interessante em “Seis Mulheres para o Assassino“, é a forma como Bava conduz a trama. Vemos as coisas de um modo natural, pessoas sendo assassinadas sem interferência de ninguém. No caso a policia não segue uma linha de raciocino para pegar o assassino, mas se você pensar como o filme dialoga nos primeiros minutos você consegue chegar em alguns suspeitos. No caso dois suspeitos, e fica obvio que o assassino é um homem e uma mulher! Mas quem séria? Isso o maestro não revela.  E a maior prova de como ele nos coloca como meros espectadores e não como detetives é a forma como ele entrega seu final. Coisa que os filmes  de Dario Argento faz por exemplo, onde você consegue pistas e ajuda ou é o detetive a solucionar o caso, mas nessa produção de Bava você é simplesmente a testemunha ocular dos fatos.

O filme se passa em Roma, onde num importante ateliê de moda da cidade, varias coisas acontecem. E assim as pessoas começam a ficar paranoicas principalmente quando uma modelo morre e nisso se revela o lado escuro daquele lugar. Principalmente quando temos drogas, traições, segredos e etc. Assim de um jeito único Bava nos confunde em querer passar no que o assassino está interessando em fazer mesmo. Mas quando um diário é descoberto com todos os segredos das pessoas as coisas se complicam. E um por um as mulheres que estão sendo citadas, ou melhor, fazem parte do ateliê são mortas. O assassino é um dos mais criativos, ele lembra o personagem que quadrinhos da DC o “Questão“. Assim ele não tem um rosto e o uso de suas roupas que cobrem todo o corpo, dificulta sabermos se é homem ou mulher. Mas lembrando o que eu disse, se você prestar atenção no que a câmera está dizendo você mata essa “questão”.

22854866694_2b8c08cb47_o

O giallo de Bava é o mais clássico possível desde as mortes que são várias, como afogamento, queimadura, asfixia e etc. Realmente ele capricha nesse ponto, até no momento das reviravoltas. O giallo tem esses problemas na minha opinião, sempre na conclusão vemos que o problemas do assassino é o mais idiota possível.

“Seis Mulheres para o Assassino” é um excelente filme para quem quiser começar a se aventurar nesse mundo do giallo, porque quem tem condições de comprar o box dos filmes “Giallo” não vai se arrepender, alias, é necessário que se compre uma pedida boa para  quem é fã de terror ou simplesmente um entusiasta do cinema em geral. Só tem clássicos do gênero e com certeza vão se apaixonar por esse famoso gênero italiano.

primary_blood2

Nota: 

Compre aqui  A Arte de Mario Bava

Compre aqui  GIALLO – O SUSPENSE ITALIANO

Compre aqui  OBRAS-PRIMAS DO TERROR Vol.1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s