A Lenda dos Sete Vampiros (1974)

Legend_of_7_golden_vampires_poster_04

1974 / Reino Unido, Hong Kong / 83 min / Direção: Roy Ward Baker / Roteiro: Don Houghton / Produção: Don Houghton, Vee King Shaw, Run Run Shaw e Rumme Shaw (Produtores Executivos – não creditados) / Elenco: Peter Cushing, David Chiang, Julie Ege, Robin Stewart, Szu Shih, John Forbes-Robertson, Shen Chan

Se tem uma coisa que eu goste é artes marciais e o sobrenatural. E eis que a “Hammer” juntamente com o magnífico estúdio de Hong Kong “Shawn Brothers” fazem uma parceira e lançam essa maravilha. No começo dos anos 70 o lendário estúdio inglês estava com dificuldades de se manter e longe do auge dos anos 60 e dos seus clássicos filmes. Culpa pela nova onda do terror que começou, principalmente com os “slashers” e claro a estréia de “O Exorcista‘ nos cinemas. Assim eles começaram a apelar para todos os lados, seja pelo conteúdo sexual nas filmagens ou pelas inusitadas parcerias.

Mas apesar de seus exageros, o filme é muito legal. Longe de ser um clássico do terror e tal. Mas é uma comédia, ou melhor, um “terrir trash” muito bem produzido. Os efeitos são maneiros apesar de várias tosquices, e também temos a valorização das artes marciais que é foda para caralho os golpes e etc. Uma curiosidade é que esse filme é o único da Hammer que é não tem o Christopher Lee como “Drácula“.

7goldendrac

O filme começa na Transilvânia onde um monge chinês caminha a pé até o castelo do Conde, do príncipe dos mortos ou outras coisas que ele se auto- intitula. Assim ele pede para que Drácula ressuscite os sete vampiros dourados. Mas bobo que nada o vampiro se transforma no monge (coisa que não sabia que vampiro poderia fazer) e assim caminha também até a China. O legal também desse filme é como a produtora inglesa estava sofrendo no ocidente abriu o mercado para o oriente. Olha o imperialismo britânico novamente, mas dessa vez essa abertura foi muito bem elaborada. Já que desde aquela época os chineses tem um mercado cinematográfico enorme e bem produzido, o que não é diferente de hoje em dia. Assim o diretor Roy Ward Baker que fez “Os Vampiros Amantes” e o diretor chinês Cheh Chang que foi responsável pela coreográfica criaram essa obra-prima.

A produção toda se passa  na China e assim temos o professor Van Helsing (Peter Cushing) palestrando numa universidade de Hong Kong e lá ele fala das lendas da Transilvânia e sobre Drácula e também cita uma lenda chinesa dos “Sete Vampiros“.  Ninguém acredita no “veio” e assim ele volta para casa desacreditado, mas uma pessoa acredita que é o jovem mestre Hsi (David Chiang) No qual ele fala que no seu povoado é reinado por esses vampiros do mal e precisa da ajudar de Van Helsing para acabar com eles. E assim também conhecemos os irmãos de Hsi, no qual cada um é especializado em alguma arte marcial. Legal algumas coisas que o filme apresenta, principalmente nesse quesito. Mas tem coisas que pelo amor de deus, principalmente dos irmãos que são especialistas em espadas e o tempo todo ficam de mãos dadas lutando.

legend-of-the-7-golden-vampires-com_6643e53c4c54b2d9b36dba7af59ff0aa

Assim conhecemos também o fillho de Van Helsing, o jovem Leyland (Robin Stewart), com a ajuda de uma rica mulher eles fazem uma excursão até o vilarejo dos vampiros. No meio do caminho eles enfrentam gângster chineses e também a diversidade da língua. Mas Leyland que é malandro nem nada, arrasta asa para a chinesinha e da uns esfrega nela. Quando os vampiros percebem a presença dos desconhecidos é que o pau começa. As cenas de luta foram muito bem coreografadas e os vampiros sabem lutar “kung-fu” muito bem, é a porrada come solta.

Essa mistura de estilos na filmagem deixa as coisas muito bem feitas. Em alguns momentos temos a presença do gore e do horror, que deixa tudo muito melhor por assim dizer. Realmente foi uma parceria muito produtiva, apesar dos pesares e também a barreira da língua. Lembrando que temos outro filme que mistura artes- marciais e vampiros e não é “Blade” e sim o sensacional “Jesus Christ Vampire Hunter ” de 2001, onde temos nosso senhor em sua lambreta envenenada matando vampiros. É muito coisa boa numa vida só.

Legend of the 7 Golden Vampires Van Helsing Peter Cushing

Mas “A Lenda dos Sete Vampiros” é um filme muito foda e que merece ser visto e revisto. O próprio Drácula que é interpretado por John Forbes-Robertson que fez outros filmes de terror como o próprio “Os Vampiros Amantes“, “A Cripta dos Sonhos” ou até o clássico dos anos 80 “Força Sinistra” da um show de interpretação. Realmente esse filme é muito foda, ele da algumas escorregadas em seu roteiro mas não é nada que não tire sua genialidade e também toda sua coragem em ousar numa história curiosa assim.

Nota: 

Baixe o filme com  legenda aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s