Os 10 Melhores filmes de Terror de 2015

Confira aqui os melhores filmes de terror desse ano que passou. Lembrando que alguns filmes marcam que estrearam ano passado, mas tratando de Brasil, os lançamentos são tardios.

Mas vamos lá..

1º Corrente do Mal, 2014, Dir: David Robert Mitchell

Basicamente uma história sobre o DST do inferno. Um bom filme que marca um terror independente bem contado com atores desconhecidos e que tem um bom roteiro e uma ótima direção.

2º Garota Sombria Caminha pela Noite, 2014, Dir: Ana Lily Amirpour

Filme iraniano, preto e branco e com um ar todo cult. Poderia ser um porre! Mas sério um dos melhores do ano. Para mim marca o ano das mulheres no cinema Ana Lily Amirpour fez um filme elegante, misterioso e soube como ninguém como usar o mito do vampiro em tela.

3º Sobrenatural: A Origem, 2015, Dir: Leigh Whannell

Esse foi um dos lançamentos mais duvidosos do ano. Mas para mim sinceramente foi perfeito. Adoro os filmes do James Wan, gosto muito da trilogia “Sobrenatural” coloco de forma interessante esse terror mais moderno.

4º A Colina Escarlate, 2015, Dir: Guillermo del Toro

Del Toro é um amante do terror clássico, daquela época dos monstros da universal como Frankstein, Lobisomem e o Drácula. Em “A Colina Escarlate” ele volta com essa paixão, que é um romance gótico. Lembrando bastante aqueles filmes da “Hammer” da década de 70. Com um elenco foda e efeitos de primeira, ele detonou ao contar essa excelente história de terror.

5º Como Sobreviver a Um Ataque Zumbi, 2015, Dir: Christopher B. Landon

Esse com certeza foi um dos lançamentos mais engraçados do anos, talvez com “Final Girls” esse “terrir” e brincou muito com a temática apocalipse e zumbis. Lembrou bem “Zumbilandia” e aquela zoeira de quando você tem 16 anos e se vê numa situação em que você não tem adultos perto e zumbis querendo te comer. O que você faz? Bem você vai num inferninho.

6º Late Phases , 2014, Dir: Adrián García Bogliano

Esse filme pode ser resumido como “Grand Torino” com lobisomens. Que filme foda! Os efeitos são todos práticos e não tem nada daquelas merdas de CGI e etc.. Os monstros são todos feitos a mão e também o roteiro é bem feito para caramba. O ator principal é um ex-soldados aposentado, cego e que mata lobisomens. PQP não tem como esse filme ser melhor.

7º Terror nos Bastidores , 2015, Dir: Todd Strauss-Schulson

Mais um “terrir” que saiu do nada e logo agradou e desagradou quase todo mundo. Achei esse filme muito bom, brinca com várias coisas do gênero de “slash” e coloca um Jason fictício. Gostei de como eles não esquecem de nada, como os “flash-backs” que são bem montados. E quando a galera de 2015 se encontra com o pessoal do filme que se passa nos anos 80, é muito foda. Zoar com as roupas, modo de falar e a tecnologia. É tudo muito bem feito. Um filme que vale muito a pena ver.

8º Howl , 2015, Dir: Paul Hyett

Terror britânico de primeira. Lembrando algumas vezes “Um Lobisomem Americanos em Londres”. Mas claro que sem as partes de comédias. Aqui é massacre atrás de massacre. E o clima claustrofóbico é muito foda porque o filme se passa todo num trem. Um dos melhores do ano que tem no gênero monstros da ficção e não assassinos ou demônios. Gostei muito desse filme.

9º Ainda Estamos Aqui , 2015, Dir: Ted Geoghegan

Lançado no começo do ano, esse “horror house” foi uma das melhores coisas já lançadas. Ele pega muita influencia daqueles filmes clássicos de terror dos anos 80 tanto americano como italiano. Por várias vezes lembrou os filme de Lucio Fulci, mais especificamente “A Casa do Cemitério”. Lembrando que esse filme tem musa do horror que é a Barbara Crampton que fez vários filmes de terror nos anos 80 e 90. Um excelente filme que merece ser visto e estudado.

10º Creep, 2014, Dir: Patrick Brice

Lançado ano passado, mas apareceu aqui pela “Netflix” esse terror independente é uma das melhores coisas do ano. Ele usa o “found-footage”, tem só dois atores e um suspense que meu deus do céu. Te faz subir pelas paredes. Nunca imaginei que o Marck Duplass, conhecido por fazer vários filmes indies, conseguisse assustar tanto como esse psicopata que mata sem motivos e só quer aterrorizar as pessoas. Esse diretor Patrick Brice que atua e escreveu junto com Duplass o “Creep” mandou bem e também é uma pessoa para ficar de olho daqui para frente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s