Força Sinistra (1985)

 

 

lifeforce-main

1985 / Reino Unido, EUA / 116 min / Direção: Tobe Hooper / Roteiro: Dan O’Bannon e Don Jakoby, Michael Armstrong e Olaf Pooley (não creditados) (baseado no livro de Colin Wilson) / Produção: Yoram Globus e Menahem Golan, Michael J. Kagan (Produtor Associado) / Elenco: Steve Railsback, Peter Firth, Frank Finlay, Mathilda May, Patrick Stewart, Michael Gothard

Tobe Hooper talvez seja o diretor mais esquecido dentro de Hollywood e sempre caracterizado como o diretor de “O Massacre da Serra Elétrica”. E não estou dizendo de forma alguma que o massacre é um filme ruim e muito pelo contrario. É uma obra-prima! É meu filme favorito de horror junto com “Evil Dead”. Mas Hooper é um diretor muito versátil, conseguindo fazer vários gêneros de filmes dentro de um só. Temos por exemplo “Poltergeist” de 1982 que é uma produção de terror e mescla com um drama familiar e também “Pague Para Entrar, Reze Para Sair” de 1981 que faz uma analogias com filmes de aventuras que ia dominar os cinemas nos anos 80 como “Goonies” e também o esquecido “Uma Babá em Apuros” que é muito foda.

Mas “Força Sinistra” é aquele tipico filme que quem viu nunca esquece. Simplesmente porque temos uma vampira/alien que fica nua o tempo todo. Mas a exposição da nudez não é gratuita e faz parte da história. A alienígena que é interpretada pela bela atriz francesa Mathilda May, faz um misto de “Drácula” com “Alien – Oitavo Passageiro”. É muito legal essa analogia que Hooper faz no filme. O roteiro que fica por conta de Dan O’Bannon e isso fica evidente não só porque ele escreveu “Alien” como também ele tinha dirigido no mesmo ano aquele que coloco como melhor filme de zumbis juntos com o do Romero que é “A Volta dos Mortos Vivos”. Você percebe traços de O’Bannon no roteiro e também na parte criativa da direção, quando temos aqueles zumbis, bonecos estranhos voltando a vida. Quem já viu os dois filmes vai sacar na hora que estou falando.

lifeforcebdcap4

Mas a direção de Hooper é impecável. Gostei muito desse filme, ele começa com uma viagem espacial que lembra e muito “2001” do Kubrick não só pelos ângulos de câmera como também pelos atores. O elenco do filme é excelente. A mistura de ficção e terror encaixo muito bem no filme todo. A história também é muito boa, quando uma tripulação a bordos de uma missão espacial compartilhada entre Inglaterra e E.U.A encontram uma nave alienígena, eles decidem explorar dentro do conteúdo da nave. Lá eles acham morcegos gigantes mortos e no interior da nave, uma cúpula com três humanóides e em estado de coma profundo. Assim eles decidem levar essa cúpula para dentro da nave. A partir disso o filme da um salto de um mês. E a nave agora está vazia, todos estão mortos dentro dela. E numa base na terra, a cupula dentro da nave é preservada e nisso a alienígena mulher, pelada e muito gostosa por sinal começa a andar peladona pela base e sugando a força vital das pessoas e a transformados em vampiros igual a ela.

Essa analogia do vampiro clássico com essa ficção de aliens e tal ficou muito bem sacada, como também os efeitos especiais que foram muito bem trabalhados. Lembrando muito os efeitos de “Poltergeist” no qual Hooper tinha trabalhado no ano passado, esses elementos ficaram perfeitos para esse filme de ficção. Junto com as cenas de gore ao extremo que vai de explosões de corpos, vísceras escorrendo e muita areia jogada nos cenários. Lembrando muitas vezes episódios de “Arquivo X” e também várias vezes o filme faz referências a segredos do governo ocultados e etc.

tobe_hooper_lifeforce-12

Mas a parte final do filme é o supra-sumo, quando o coronel Carlsen (Steve Railsback) o único sobrevivente da nave começa a ter efeitos de poderes por conta da alien que ele libertou, ele se envolve numa espécie de amor espacial estranho. É aquele velho truque do vampiro que seduz sua vitima. Os mesmos truques para matar um vampiro é colocado no filme também como estacas, ou no caso uma parte da nave que eles vieram para matar eles. Baseado no livro do escritor inglês Colin Wilson que tem o titulo de “The Space Vampires” eles foi tentado ser adaptado várias vezes, mas só conseguiram pelas mãos habil de Hooper. Que mais uma vez coloco o dedo na ferida e digo que ele é um dos melhores diretores de terror que esse mundo já teve e que merece de todo jeito ser revisitado várias vezes e claro redescoberto.

Nota:   

Baixe o filme com   Legenda + Filme  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s