Shakma: A Fúria Assassina (1990)

speed_shakma

1990 / EUA / 100 min / Direção: Hugh Parks / Roteiro: Roger Engle / Produção: Hugh Parks, Tom Logan /Elenco: Christopher Atkins, Amanda Wyss, Ari Meyers, Roddy McDowall, Rob Edward Morris, Tre Laughlin, Greg Flowers, Ann Kymberlie, Donna Jarrett

Acho que todo mundo que acompanhou o “Cine Trash” tem uma lembrança desse filme. “Shakma” era o “A Lagoa Azul” da Band. Falando nesse fatídico filme da Globo, temos um ator que participa em ambas as produções. Christopher Atkins interpreta Sam, um estudante de medicina que estava treinando um babuíno a se comportar para vários testes. Mas com a aplicação de um soro estranho, Shakma se transforma numa verdade maquina de matar.

O filme começa com tudo, logo nas primeiras cenas vemos para que o macaco veio. Digno de um “Comando Assassino”, onde um mico de circo apronta das suas matando os inimigos do seu amado dono. Em “Shakma” o babuíno só quer matar por seu bel prazer. Então numa noite os estudantes organizam um habitual jogo de “RPG”, mas um “live-action”.  Roddy McDowall também faz parte do elenco. Um grande ator que fez grande filmes como “A Hora do Espanto”, “O Planeta dos Macacos (A versão original) e “Circulo de Ferro”.

Shakma-1990-1

No decorrer do filme, vemos a merda sendo feita. Os alunos se espalham e Sam que deveria ter “matado” Shakma logo no começo do filme o deixa viver e assim coloca a vida dos seus amigos em jogo. Um a um o macaco vai matando os amigos de Sam. Mas a forma que ele os mata é o que vale o filme. Vemos unhada na cara, mordida na jugular e ainda a raiva que o babuíno tem das portas.  Um filme realmente incrível. Particularmente eu sempre torço pelos animais em filmes, independentes o quanto “evil” seja.  A pesar do tom “trash” que a produção coloca principalmente com os atores e também o roteiro. Acho a direção do filme muito bem realizada e sua fotografia também.

O que mais encanta em “Shakma” são seus atores. Os personagens são algo especial, com um elenco espetacular onde temos uma mulher que ao tentar fugir do macaco quer entrar num duto de ventilação menor que a cabeça dela, uma “princesa” que chama ajuda jogando talheres pelo prédio e claro, o figurão que decide matar o babuíno com acido, mas ele se ferra tanto que o acido acaba acertando nele mesmo. Mas ao mesmo tempo em que temos várias cenas toscas e sem sentindo mesmo. O final do filme vale por toda essa “tosqueira”.

SHAKMA, Christopher Atkins, Amanda Wyss, 1990. ©Quest Entertainment

Acho que “Shakma: A Fúria Assassina” vale ver novamente, seja pelos seus ótimos atores ou até seu roteiro brilhante. Mas uma coisa temos que concordar ver o gore sendo feito pelas mãos de um macaco é muito massa. Assista a esse macaco possuído dos infernos e veja sua infância sendo feita. E nossa que filme tosco.

Nota:     

baixe o filme com Legenda + Filme

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s