Sobrenatural: A Origem (2015)

 

poster-sobrenatural-origem

2015 / EUA / 97 min / Direção: Leigh Whannell/ Roteiro: Leigh Whannell/ Produção: Laura Altmann, Jason Blum, Oren Peli, James Wan/ Elenco: Michael Reid MacKay, Tate Berney, Lin Shaye, Steve Coulter, Stefanie Scott, Dermot Mulroney

“Sobrenatural” chega a seu terceiro filme. Franquia que começou em 2010 com o excelente filme que trazia no elenco Patrick Wilson e Rose Bryne. E contava a história de uma família atormentada não por um fantasma e sim vários, que no decorrer da trama se mostrou muito mais elaborada do que parecia. E os efeitos eram ótimos, muito me lembrou os filmes de Guilherme DelToro como “O Labirinto do Fauno” onde tínhamos vários monstros e a imaginação da direção enchia a produção em si. E podíamos ver isso nessa primeira parte.

A direção claro rouba tudo o primeiro e o segundo filme foi dirigido por James Wan, que também é responsável por excelentes filmes como “Gritos de Horror”, “Jogos Mortais” e claro a revelação que foi “ Invocação do Mal”. Mas na segunda parte de “Sobrenatural”, o diretor deu uma escorregada e feia ao contar o desfecho da família Lambert.  Com uma trama fraca, um roteiro péssimo que não lembra nem de perto a primeira parte. Pareceu que tudo ia se perder e cair novamente para um ostracismo que foi às seqüências de “Jogos Mortais”. O anuncio do terceiro filme ocorreu e falaram que ia ser uma espécie de origem de toda aquela mitologia envolvendo o casal Lambert e a “vidente” Elise.

InsidiousRedDoorSlide1

Esse ano saiu o filme e nossa quebrei a cara. A direção ficou por conta de Leigh Whannell que foi roteirista e criador da trilogia. E também escreveu os roteiros dos filmes de James Wan. Mas parece que sabiamente a direção foi pra ele, e temos esse maravilhoso filme de estréia do diretor.  Com uma trama bem interessante, que pega bem o lance da família. Coisa que é abordada nos outros filmes, e também o sentimento de perda e redenção com o desconhecido.  Na terceira parte que é a origem, não temos a presença do casal principal dos dois filmes.   E sim uma garota, Stefanie Scott é Quinn Brenner. Ela perdeu recentemente sua mãe e então ela vai atrás de Elise (Lin Shaye) que também sofreu uma perda e assim tem medo de usar seu dom. Assim ela informa para a garota não a procurar novamente e também não tentar invocar o espírito da mãe sozinha. Nas próximas cenas conhecemos o restante da família Brenner. Gostei de como Whannell conseguiu introduzir não só todos os personagens como também o que cada um faz, pensa ou age dentro de casa. Como por exemplo, vemos que Quinn quer ser atriz e seu pai não consegue lidar com a morte da esposa.

_1414117383

O que se segue depois é o suspense por trás da trama, a não revelação do porque os espíritos entrarem em contato com ela e sim os sustos, aparições e claro o medo. Quinn sofre um acidente e assim a trama começa a se focar num lugar só. O apartamento deles, o sentimento de claustrofobia toma conta quando vemos que em todas as direções a menina esta cercada por um espírito que completar sua alma e assim tenta trazê-la a todo custo para um limbo e assim “sodomizar” sua alma.  Os efeitos práticos, coisa que anda em desfalque na indústria a tempos. É sempre recuperado nas mãos de diretores saudosistas como o próprio Wan, Ti West e Adam Wingard. Que usam e abusam da imaginação e traz aquele espírito anos 80 para os seus filmes.

“Sobrenatural: A Origem” é espetacular e conseguiu dar um bom fôlego para a franquia. As histórias estão muito bem focadas e o horror claro está magnífico. Um bom filme e também uma ótima recapitulação para a série. Mas claro que esperamos mais filmes de Leigh Whannell. E também de outros diretores que não caem no clichê e são mais criativos que nunca.

Nota:     

Baixe o filme com Filme + Legenda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s