A Mulher de Preto 2: O Anjo da Morte (2015)

woman_in_black_angel_of_death_ver5_xlg1

2015/ 98 min/ Inglaterra/ Direção: Tom Harper/Roteiro: Jon Croker, baseado no livro de Susan Hill /Produtor: Tobin Armbrust, Neil Dunn, Guy East, Ben Holden, Jane Hooks, Richard Jackson/Elenco: Jeremy Irvine, Helen McCrory, Phoebe Fox, Adrian Rawlins e Ned Dennehy

Os estúdios “Hammer” são conhecidos pela sua ótima história com o terror tanto pelos seus clássicos nos anos 60 e70, como sua ótima série de terror que foi para a televisão que é “Hammer House of Terror” no qual eram histórias fechadas do melhor horror britânico. Em sua nova empreitada, ou melhor, em sua nova década com o terror. Eles desenvolveram algumas projetos que não chegam aos pés dos filmes das décadas anteriores. Talvez a primeira parte de “A Mulher de Preto” consiga se salvar pela sua áurea de misticismo que chama atenção, mas com um horror fraco que de longe não lembra aquele estúdio que tinha Cristopher Lee como um “Drácula” saído do inferno com os seus olhos vermelhos e um certo Peter Cushing senil como “Van Helsing”.

Mas o que salva nessa nova produção é sua própria produção! A temática da segunda guerra mundial como um pano de fundo é ótimo e se encaixa perfeitamente na proposta do filme, principalmente com as histórias dos coadjuvantes. E também explora as histórias dos “órfãos de guerra” que são as crianças que mudam para o interior para fugir de Londres dos anos 40 que foi detonada pela Alemanha nazista. Depois que as crianças se mudam para o interior e vemos a bela professora Eve (Phoebe Fox) cuidando delas, não percebemos o horror que aguarda por elas. Eu sempre julguei que um filme só é mal de verdade quando a pessoa mata animais ou crianças. E isso se confirma quando as crianças começam a se suicidar. Coisa que achei muito foda, principalmente por mostrar a crueldade que se tem e também a coragem de colocar isso no roteiro.

M10 – Phoebe Fox stars in Relativity Media’s The Woman in Black: Angel of Death. © Angelfish Films Limited 2014 Photo Photo Credit: Nick Wall

Quando se aprofunda mais nas histórias vemos o mistério fraco que se tem. Porque no primeiro filme Daniel Radicliffe já solucionou quem é “A Mulher de Preto”. Coisa que se perde o efeito nesse filme, o que torna só mais um filme de susto. Que também fica muito fraco. Os atores também não ajudam. Eve não tem um carisma como Radicliffe e o par romântico dela no filme, pelo amor de deus, entre um poste e ele prefiro o poste. Jeremy Irvine faz Harry, um piloto fracassado que tenta engatar algo próximo de um romance com a professora. Mas a falta de química entre eles é evidente. Uma coisa que é mal explicada no filme são os efeitos da casa. Porque a casa, ou melhor, a mulher de preto tem mais efeito sobre o moço do que nela. Acompanhamos através de “flash-backs” que Eve tem um trauma por causa de uma decisão mal sucedida de dar o filho recém-nascido, mas esse fantasma some no final. Não entendi essa ligação do trauma dela com a própria história do filme.

womaninblack2insert4

O filme todo não faz sentido. Algumas coisas se salvam como as mortes das crianças que são legais, a produção que é muito bem realizada. A fotografia do filme é excelente. Mas a direção e os atores são horríveis. Tom Harper que dirigiu essa sequencia peca miseravelmente. Talvez contratar um diretor de TV para fazer cinema não seja a solução mais eficiente ou barata. Uma boa história que poderia ser essa segunda parte se cai por terra. E a “Hammer” se mostra novamente como falha nesse novo século. Lembrando que na Netflix, no qual já se tem a segunda parte de “A Mulher de Preto”. Também tem a “A Marca do Medo”, outra produção dos estúdios “Hammer” que nossa senhora é horrível. Mas assista para ver a segunda parte do filme e agora é rezar para não se ter uma terceira parte e que a produtora britânica que tanto amo volte aos trilhos e lance boas coisas como foi “Drácula”, “A Múmia” e “O Cão dos Baskervilles”. Mas novos tempos, novas ideias. Infelizmente.

Nota:   

baixe o filme com Legenda + Filme

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s