The Babadook (2014)

 

the-babadook-poster-review-the-babadook-2014

2014/ 93min/ Australia/ Direção: Jennifer Kent/Roteiro: Jennifer Kent /Produtor: Pete Best, Julie Byrne, Kristina Ceyton, Jan Chapman, Jeff Harrison, Kristian Moliere, Jonathan Page, Michael Tear /Elenco: Essie Davis, Noah Wiseman, Daniel Henshall, Benjamin Winspear, Hayley McElhinney

“Babadook” é o típico filme que você vai se surpreender por suas camadas no roteiro e também pelo seu terror psicológico que é chocamente. A história principal é sobre uma mãe que perde seu marido quando ele está a levando para o hospital para dar a luz. Sete anos depois com o nascimento de Samuel (Noah Wiseman), ela não conseguiu superar nem a perda do marido e também de ser mãe solteira. Assim sua vida é uma loucura constantemente.

Amélia (Essie Davis) não consegue conciliar sua vida, assim a vemos aos poucos ficar consumida por algo negro e nefasto. Os problemas com Samuel só aumentam, quando ele tem problemas na escola e ela o tira de lá, sua vida só piora e o estresse também. Uma noite quando Amélia está lendo para o seu filho, ele acha um livro escrito “Babadook” e quando ela lê vemos que não é uma leitura comum, já que os livros contem algumas coisas bizarras e figuras assustadoras. Aquele livro impressiona Samuel que acredita que o monstro é real.

-BAC4820

Aos poucos o medo de Samuel, vai tomando conta de Amélia que começa a ficar fora de si,  vê coisas em sua casa e barulhos a noite que a deixar sem dormir. O interessante de filmes com esse terror psicológico, como o próprio “Iluminado”, no qual aborda se aquilo que vemos é real ou apenas alucinação do personagem. Amélia está sofrendo um transtorno de personalidade e não saber lidar com o seu filho, aquele acúmulo de estresse e canseira faz com que ela libere o pior lado dela. É interessante esse ponto do “breaking bad” de quebrar literalmente para o lado ruim, e talvez o “Babadook” seja essa manifestação desse lado negro que ela tem, ou melhor, como todos nos temos e tentamos dominá-lo só que às vezes ele fica maior que nos.

Os atores do filme são impressionantes. A estreante diretora e roteirista Jennifer Kent que só tinha feito um curta que chamado “Monster” que também aborda os mesmos elementos desse filme. Mas em “Babadook” ela consegue explorar melhor a temática entre mãe e filho e esse medo que toma conta deles. O filme impressiona tanto pela câmera e pelos efeitos quanto pelo roteiro que é muito bem explorado e os atores que são muito expressionistas. Principalmente Noah Wiseman que tem uns jeitos para atuação que impressiona. Se valorizarem o talento do garoto, não fico impressionado se daqui alguns anos não o virmos concorrendo algum premio da academia. Mas o filme tem os seus defeitos como a trama arrastada no segundo ato, onde a diretora poderia explorar mais os atores na primeira parte do filme e deixar o terror e suspense mais explícito na segunda parte.

the-babdook-the-babadook-2014-if-its-in-a-word-or-in-a-look

O que mais me chamou atenção no filme é a psicologia usada na trama. O fato de Amélia derrotar o monstro simplesmente o enfrentando e vendo seus demônios de frente faz com que “Babadook” se esconda no porão da casa. Podemos interpretar o porão como a mente da personagem, assim ela o fica alimentando o seu medo invés de dominá-lo de vez. É interessante como a psicologia e interpretação muda o seu ponto de vista em relação ao filme e o aborda com outra ótica. “Babadook” é uma produção que você deve ter certo olhar crítico sobre ele, ver sua interpretação e aos poucos desvendando as camadas do filme. Só espero que a diretora Jennifer Kent faça mais filmes inteligentes de terror, porque é o falta para o mercado de hoje em dia e também para o amadurecimento para esse mercado consumidor, que deseja filmes onde eles não tem o esforço de pensar sobre a trama.

Nota:    

baixe o filme com Legenda + Filme

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s