Quatro Moscas Sobre o Veludo Cinza (1971)

four_flies_on_green_velvet_poster_04

1971 / Itália, França / 104 min / Direção: Dario Argento / Roteiro: Dario Argento, Luigi Cozzi, Mario Foglietti / Produção: Salvatore Argento / Elenco: Michael Brandon, Mimsy Farmer, Jean-Pierre Marielle, Bud Spencer, Aldo Bufi Landi

Dario Argento sempre usou um estilo conhecido como “Giallo” que traduzido do italiano para o português quer dizer amarelo, ou no sentido original é um estilo de livros policiais onde a capa é amarela, e sempre se trata do tema de assassino em séries e quando o cinema italiano começou a usar esse tipo de narrativa em seus filmes logo se ganhou o apelido.

Um dos diretores mais fortes dentro desse estilo é Dario Argento quem “Quatro Moscas sobre o veludo cinza” ele escreve e dirige. Você percebe alguns elementos que vão estar mais tarde em sua obra-prima “Prelúdio para matar”. Elementos como a câmera subjetiva, o protagonista ser homem e o assassino ter problemas com os pais ou algum problema na infância.

4-mosche-di-velluto-grigio-1971-cov932-932x460

O título apesar de parecer longo e guardar surpresas é uma idiotice sem fim que só fica pior com o próprio filme de Argento. Ele conseguiu reunir “Ennio Morricone” na trilha do filme e particularmente falando meu ídolo “Bud Spencer” e nem assim o filme se salva. Ele é mal filmado, mal dirigido e ainda bem que esse filme serviu de experiência para ele filmar depois o “Prelúdio para Matar”, porque esse não tem sentindo nenhum.

O filme conta a história de Roberto Tobias (Michael Brandon), um baterista de uma banda de rock que começa a ser perseguido por um homem misterioso. Quando Roberto encontra com esse homem e decide entender o porquê da perseguição, ele acidentalmente o mata e nisso outra pessoa tira as fotos dele cometendo o crime e começa a chantageá-lo. No começo Roberto pensa que ele quer arrancar dinheiro dele, já que sua esposa Nina (Mimsy Farmer) é uma mulher rica e acabou de receber uma herança. Roberto começa a cair em um jogo de gato e rato, ele começa a receber várias visitas do chantageador. Ele invade sua casa e mata pessoas do convívio de Roberto. Finalmente com meia hora de filme Roberto decide reagir e vai procurar “God” (Bud Spencer). O filme não explica como eles se conheceram e o porquê de “God” ser um mendigo e Roberto que é uma pessoa de outra classe social ter um convívio grande com God. Até aí tudo bem, você pode criar um motivo para se encaixar essa parte do roteiro. Mas depois as coisas se complicam ainda mais: outras pessoas morrem como um detetive particular e a prima da mulher de Roberto.

moovee-four-flies-1080-mkv_snapshot_00-06-53_2012-02-18_17-44-37

O cerco criado para pegar o bandido é particularmente idiota e desde começo você pensa por que ele não fez isso antes?

As falhas no roteiro são muito grandes e não se compara ao excelente diretor que se formaria no meio dos anos 70 e os anos 80 inteiro. Lembrado que Dario Argento escreveu também o clássico eterno do cinema “Era uma vez no Oeste” e você imagina como um diretor que escreveu e dirigiu alguns clássicos como “Suspiria”, ”Tenebre”, ”Phenomena” e o próprio “Prelúdio para matar” faz um filme desses?
Acho que a explicação é simples é o começo da carreira ou ele não estava em um bom dia.
Mas isso mostra que nem todos os diretores mais perfeitos que sejam consegue acertar em todas.

Entretanto, recomendo assistirem e analisarem sobre o filme para tirar sua própria conclusão.

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s