Maníaco (1980)

maniac_pstr

1980 / EUA / 87 min / Direção: William Lustig / Roteiro: C.A. Rosenberg, Joe Spinelli / Produção: Andrew Garroni e William Lustig, John Packard (Produtor Associado), Judd Hamilton e Joe Spinelli (Produtores Executivos) / Elenco: Joe Spinelli, Caroline Munro, Gail Lawrence, Kelly Piper, Rita Montone, Tom Savini

Falar de um filme de terror que não tem a presunção de ser “O filme de terror do Século”, é difícil! Como as drogas, eles sempre prometem uma coisa muito melhor do que realmente é. E você sempre acaba frustrado e com a sensação de que está acabando com a sua vida aos poucos.

Há vários que tem essa mesma proposta, mas sempre nos frustra, por exemplo: “O Chamado”, ”O Grito”, ”Jogos Mortais III”, ”O Albergue 2”. Todos prometeram, mas não cumpriram, ao contrario desacreditarão um gênero tão bom e sincero que é o terror. Sinto falta de filmes dos anos 80 e 90 que eram toscos, mas eram originais, bem humorados e horripilantes como “A Volta dos Mortos Vivos”, ”Palhaços Assassinos do Espaço Sideral”, ”Basket Case”, ”O Vingador Tóxico”, ”Dia dos Namorados Macabros” e o clássico dos Filmes B “Acampamento Sinistro”.

Maniac2

Maníaco que tem uma historia de começo normal, até clichê em alguns pontos. Mostra-se um filme muito bem feito e dirigido. Primeiro que tem “Tom Savini” como diretor de efeitos especiais. O cara é um show a parte, e da jus ao seu apelido “The Godfather of Gore”.O filme começa com a câmera sendo subjetiva (onde você vê as imagens a partir da visão do personagem) a historia conta a vida do assassino Frank Zito (Joe Spinell),uma pessoa desequilibrada e psicótica que mata homens e mulheres,mas principalmente mulheres e faz um escalpe nelas e depois coloca em manequins que fica em sua casa. Frank é uma pessoa que sofreu na mão de sua mãe e desconta isso nas mulheres, ele tem problemas como: ele ouve a voz da mãe e sempre que mata alguém ele conta algo sobre o seu passado como, a mãe ser prostituta e de ser castigado e ter que ficar preso em um armário.

Mas o gozado de você ficar no lugar do assassino e aos poucos ir descobrindo a historia dele, é que você fica apegado à vida dele, e chegando as partes finais você torce para que ele consiga fugir e se dar bem.

O filme nos anos 80 teve uma proposta diferente, um pouco lembrando pelos filmes do Dario Argento, mas com uma pegada totalmente diferente.

O-Maníaco-1980-1

Apesar de hoje esse filme estar datado e hoje facilmente não se encaixaria, mas eis que surge um remake que vai ser lançado em 2013. Estrelado pelo “Elijah Wood” e pelas criticas e pelo próprio trailer o filme promete ser muito bom, e não o melhor filme de terror que já vi na vida. Mas repetindo em outras criticas de filmes de terror, esse é um gênero que apesar de ter levado muitas pancadas ele continua de pé e mostrando que apesar de muita coisa ruim que fizeram, ele ainda está firme e continua influenciando vários diretores até hoje. Por que nunca esqueceremos de clássicos do terror como “O Exorcista”, ”O Bebe de Rosemary” e “A Profecia”.

E se não fossem diretores que ousassem no cinema, ainda continuaria do ponto que começou chato, historias banais e quase semi-documentários. Como no final do clipe do Queen “Radio Ga Ga” eles agradecem com a frase “Thanks to Metropolis”. Esse agradecimento seja obrigado por ousar. Então uma dica para quem procura qualquer filme de qualquer gênero não se prenda ao conhecido e ao clichê. Ouse e mude o que você conhece.

Nota: 

Baixe o filme com legenda Aqui

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s